Formação

Notícias da Igreja

Destaques

sexta-feira, 30 de maio de 2014
Espetáculo "As Aparições de Nossa Senhora"

Espetáculo "As Aparições de Nossa Senhora"


 Festival Dia das Mães.
Venha prestigiar o Espetáculo "As Aparições de Nossa Senhora"
Uma homenagem a você Mamãe e em especial a Mãe de todas as mães.
Contamos com sua presença e de toda sua família
Será Sábado 31 de maio as 19:00H na Lanchonete Providência Divina, na Praça da Prefeitura.


Realização: Projeto Criança Pequeno Gigante, Com. Filhos de Sião
quinta-feira, 29 de maio de 2014
terça-feira, 27 de maio de 2014
10 Conselhos para o Casal

10 Conselhos para o Casal





Uma equipe de psicólogos que trabalhava em terapia conjugal, escreveu dez conselhos para a boa harmonia do casal. Confira abaixo a conclusão desta pesquisa:

1. Nunca irritar-se ao mesmo tempo. A todo custo evitar a explosão. Quanto mais a situação é complicada, mais a calma é necessária.

2. Nunca gritar um com o outro. A não ser que a casa esteja pegando fogo. Quem tem bons argumentos não precisa gritar. Quanto mais alguém grita, menos é ouvido.

3. Se alguém deve ganhar na discussão, deixar que seja o outro. Perder uma discussão pode ser um ato de inteligência e de amor.

4. Se for inevitável chamar a atenção, fazê-lo com amor. Antes de apontar um defeito, é sempre aconselhável apresentar duas qualidades do outro. Reze pelo outro antes de abordá-lo em um problema difícil. Escolha o momento certo para falar ao outro, quando ele estiver calmo; nunca na frente de outras pessoas; e com muito jeito e carinho.

5. Nunca jogar no rosto do outro os erros do passado. A pessoa é sempre maior que seus erros, e ninguém gosta de ser caracterizado por seus defeitos.

6. A displicência com qualquer pessoa é tolerável, menos com o cônjuge. Na vida a dois tudo pode e deve ser importante, pois a felicidade nasce das pequenas coisas. A falta de atenção para com o cônjuge demonstra desprezo para com o outro.

7. Nunca ir dormir sem ter chegado a um acordo. No dia seguinte o problema poderá ser bem maior. Não se pode deixar acumular problema sobre problema sem solução. Quando o casal dorme brigado, o demônio dá um jeito de deitar no meio dos dois.

8. Pelo menos uma vez ao dia, dizer ao outro uma palavra carinhosa. Muitos têm reservas enormes de ternura, mas esquecem de expressá-las em voz alta.

9. Cometendo um erro, saiba admitir e pedir desculpas. Admitir um erro não é humilhação. A pessoa que admite o seu erro demonstra ser honesta, consigo mesma e com o outro. É nobre pedir perdão!

10. Quando um não quer, dois não brigam. Será preciso então que alguém tome a iniciativa de quebrar o ciclo pernicioso que leva à briga. Tomar esta iniciativa será sempre um gesto de grandeza, maturidade e amor.

Fonte:  Chagas de Amor
quarta-feira, 21 de maio de 2014
segunda-feira, 19 de maio de 2014
segunda-feira, 12 de maio de 2014
É preciso perseverar!

É preciso perseverar!


É preciso perseverar!
De uma vez por todas aprenda agora a morrer para o mundo. livro “Imitação de Cristo”.
Leitura Bíblica: II Coríntios 12,7
Quando você vive na vida mundana, você não senti nada porque está “morto” pelo pecado, mas quando você conhece a Deus, você vai sentir, pois você está vivo!
_Vocês me acham uma pessoa triste? Eu já fui triste, revoltada, depois que eu o conheci o Amor de Deus, eu não sou mais assim.
Lute contra o pecado, nós precisamos nos converter todos os dias. Não desista!






Julineide Mendes– Consagrada na Comunidade de Aliança
segunda-feira, 5 de maio de 2014
Maio: mês de Maria

Maio: mês de Maria




As referências dos Evangelhos e do Atos dos Apóstolos a Maria, Mãe de Jesus, apesar de poucas, deixam ver muito desta privilegiada criatura, escolhida para tão alta missão. São Paulo, na Carta aos Gálatas (4,4), dá a entender claramente que, no pensamento divino de nos enviar o Seu Filho, quando os tempos estivessem maduros, uma Mulher era predestinada a no-Lo dar. Para que se compreenda a presença da Virgem Maria nesta predestinação divina, a Igreja, na festa de 8 de dezembro, aplica à Mãe de Deus aquilo que o livro dos Provérbios (8, 22) diz da sabedoria eterna: "Os abismos não existiam e eu já tinha sido concebida. Nem fontes das águas haviam brotado nem as montanhas se tinham solidificado e eu já fora gerada. Quando se firmavam os céus e se traçava a abóboda por sobre os abismos, lá eu estava junto dele e era seu encanto todos os dias". Era, pois, a predestinada nos planos divinos.

Para se perceber melhor o perfil materno de Nossa Senhora, três passagens bíblicas podem esclarecer isso. A primeira é a das Bodas de Caná, que realça a intercessora. Quando percebeu – o olhar feminino que tudo vê e tudo observa – estar faltando vinho, sussurra no ouvido do Filho sua preocupação e obtém, quase sem pedir, apenas sugerindo, o milagre da transformação da água em generoso vinho. Ela é, de fato, a mãe que se interessa pelos filhos de Deus que são seus filhos.

Outra passagem do Evangelho esclarecedora da personalidade de Maria é a que nos mostra seu silêncio e sua humildade. O anjo a encontra na quietude de sua casa, rezando, para dizer-lhe que fora escolhida por Deus para dar ao mundo o Emanuel, o Salvador. Ela se assusta com a mensagem celeste, porque, na sua humildade, nunca poderia ter pensado em ser escolhida do Altíssimo. Acolhe assim, por vontade divina, a palavra do mensageiro, silenciosamente, sem dizer, nem sequer ao noivo, José, o que nela se realizava. Deus tem o direito de escolher e por isso ela diz apenas o generoso “sim” que a tornou Mãe de Deus.

O terceiro traço de Maria-Mãe é sua corajosa atitude diante do sofrimento. Ao apresentar o seu Jesus no templo, ouve a assustadora profecia do velho Simeão: “Uma espada de dor transpassará a tua alma”. Pouco mais tarde, estreitando ao peito o Menino Jesus, deve fugir para o Egito com o esposo, para que a crueldade de Herodes não atingisse a Criança que – pensava ele, Herodes – lhe poderia roubar o trono. Quando seu Filho tem doze anos, desencontra-se dele e, ao achá-Lo após três dias, queixa-se amorosamente: “Por que fizeste isto? Eu e teu pai te procurávamos, aflitos”. Sua coragem se confirma na Paixão e Crucifixão de Jesus. De pé, ali no Calvário, sofre e associa-se ao sacrifício do Redentor. É a mulher forte, a mãe corajosa e firme, a quem a dor não derruba. De fato, a espada de Simeão lhe atravessara a alma e o coração. É a Senhora das Dores.

Maio, mês dedicado a Nossa Senhora, pela piedade cristã, é um convite para voltarmos nosso olhar a esta Mãe querida para pedir-lhe que abra as mãos maternas em bênção de carinho sobre nossos passos nesta difícil escalada da Jerusalém celeste.


Dom Benedicto de Ulhoa Vieira

Fonte: Canção Nova
sábado, 3 de maio de 2014
 Retiro Diocesano para Ministérios

Retiro Diocesano para Ministérios



A RCC da Diocese de Sobral realizará dias 17 e 18 de maio, o Retiro Diocesano para Ministérios.

O retiro é destinado a todos os grupos e comunidades da Diocese de Sobral.
 Dentre as atividades teremos:
* Formação geral (Formação Específica de cada Ministério)
* Workshop para cada Ministério

Local: Cetreso (Vizinho a UVA) - Auditório com ar condicionado, quarto confortável.
Inscrição: 35,00 com refeições completas e hospedagem
Inscrição para quem mora em Sobral e não terá hospedagem: 15,00 (com direito a lanche)
Realização RCC Diocese de Sobral
Ultimas Notícias
Loading...
Enviar Mensagem
Aperte Esc para Fechar
Copyright © 2010 - 2017 Comunidade Católica Filhos de Sião Todos os Direitos Reservados