Formação

Notícias da Igreja

Destaques

segunda-feira, 17 de março de 2014
Quaresma na Com. Filhos de Sião

Quaresma na Com. Filhos de Sião


Este é o clamor de Deus: Retornem para mim... rasgai vosso coração, mostrai atitude de amor e misericórdia. (Joel 2,12)
A Quaresma é um tempo providencial para mudarmos de rota.
O Santo Padre nos pede nesta Quaresma para vivermos:
Conscientes das maravilhas que o Senhor fez para a nossa salvação (gratidão) e com mais empenho o próprio batismo.
Para isso temos as armas do tempo Quaresmal:
Oração –
Jejum-
Esmola-
Meus queridos Filhos o Senhor nos chama a voltarmos para Ele. Aonde você parou? Que caminhos você tem trilhado? Quando você perdeu o encantamento de Deus? Em quais veredas você tem caminhado? Volte para mim... eis o tempo favorável, tempo forte, propício. É preciso decidir por mim.
Rasgai o vosso coração. É preciso mortificar-se, calar, perdoar, aproximar-se daqueles que precisam,ir além de você. Eu desejo que o seu coração se dilacere de amor.
Como rasgar meu coração? Quando eu me projeto para o outro eu estou no caminho para rasgar meu coração. A quem necessariamente eu preciso me dirigir nesta quaresma?
Quem hoje precisa do meu perdão? Dos meus afetos? Sorriso? Olhar? De um toque humano?
Se eu não rasgar meu coração eu não retorno a Deus.  É preciso uma decisão, decida.
Quanto aos elementos da jornada Quaresmal: oração – jejum – esmola é preciso norteá-los.
Oração – melhorar o empenho e a qualidade.
Jejum – toda quarta e sexta-feira e com abstinência de carne.
Esmola – diz o Santo Padre: “ela indica a gratuidade, porque a esmola é dada a alguém de quem não se pode esperar  nada em troca”. Ela tem que ser dada a um pobre e com amor.

Se bem vivermos este tempo favorável retornaremos a Deus de coração. Não perda essa oportunidade de voltar ao Senhor.

Vander Lúcia.

sexta-feira, 7 de março de 2014
O que é a Quaresma?

O que é a Quaresma?




A Quaresma é o tempo litúrgico de conversão, que a Igreja marca para nos preparar para a grande festa da Páscoa. É tempo para nos arrepender dos nossos pecados e de mudar algo de nós para sermos melhores e poder viver mais próximos de Cristo.
A Quaresma dura 40 dias; começa na Quarta-feira de Cinzas e termina no Domingo de Ramos. Ao longo deste tempo, sobretudo na liturgia do domingo, fazemos um esforço para recuperar o ritmo e estilo de verdadeiros fiéis que devemos viver como filhos de Deus. A cor litúrgica deste tempo é o roxo, que significa luto e penitência. É um tempo de reflexão, de penitência, de conversão espiritual; tempo e preparação para o mistério Pascal. Na Quaresma, Cristo nos convida a mudar de vida. A Igreja nos convida a viver a Quaresma como um caminho a Jesus Cristo, escutando a Palavra de Deus, orando, compartilhando com o próximo e praticando boas obras. Nos convida a viver uma série de atitudes cristãs que nos ajudam a parecer mais com Jesus Cristo, já que por ação do pecado, nos afastamos mais de Deus. Por isso, a Quaresma é o tempo do perdão e da reconciliação fraterna. Cada dia, durante a vida, devemos retirar de nossos corações o ódio, o rancor, a inveja, os zelos que se opõem a nosso amor a Deus e aos irmãos. Na Quaresma, aprendemos a conhecer e apreciar a Cruz de Jesus. Com isto aprendemos também a tomar nossa cruz com alegria para alcançar a glória da ressurreição. 40 dias A duração da Quaresma está baseada no símbolo do número quarenta na Bíblia. Nesta, é falada dos quarenta dias do dilúvio, dos quarenta anos de peregrinação do povo judeu pelo deserto, dos quarenta dias e Moisés e de Elias na montanha, dos quarenta dias que Jesus passou no deserto antes de começar sua vida pública, dos 400 anos que durou o exílio dos judeus no Egito. Na Bíblia, o número quatro simboliza o universo material, seguido de zeros significa o tempo de nossa vida na terra, seguido de provações e dificuldades. A prática da Quaresma data do século IV, quando se dá a tendência a constituí-la em tempo de penitência e de renovação para toda a Igreja, com a prática do jejum e da abstinência. Conservada com bastante vigor, ao menos em um princípio, nas Igrejas do oriente, a prática penitencial da Quaresma tem sido cada vez mais abrandada no ocidente, mas deve-se observar um espírito penitencial e de conversão.


Fonte: ACI Digital
terça-feira, 4 de março de 2014
História da Quarta-feira de Cinzas

História da Quarta-feira de Cinzas




A Quarta-Feira de Cinzas, começa oficialmente o tempo da Quaresma e o Ciclo Pascal.
As cinzas são feitas com os ramos das palmeiras que se usaram na Procissão dos Ramos do ano anterior, que se guardam e se queimam para esse efeito.

O costume de pôr as cinzas na cabeça (testa) dos fiéis, bem como o uso de fatos de serapilheira, era uma penitência muito antiga praticada entre o povo hebreu:
- “Ó filha do Meu povo, veste-te de saco, revolve-te nas cinzas. Cobre-te de luto por um filho único..” (Jer.6,26).
- “Cobri-vos de cinzas, guardas do rebanho, pois que chegou o dia da vossa destruição”. (Jer.25,34).
Ao ritual das cinzas, com o significado das leituras da Escritura, não estava diretamente ligado ao princípio da Quaresma.

Foi cerca do Ano 300 que esse uso foi adotado pelas Igrejas locais, como parte da sua prática de temporariamente excomungar ou expulsar os pecadores públicos, das suas comunidades.
Esses pecadores públicos eram acusados de pecados públicos e escândalos, como apostasia, heresia, crime e adultério (os pecados capitais).
Foi no século VII que este costume se estendeu a muitas outras Igrejas com o ritual público da Quarta-Feira de Cinzas.
Primeiramente os pecadores públicos confessavam os seus pecados, em particular.

Depois eram apresentados ao bispo e inscritos publicamente nas listas dos penitentes que se preparavam para a absolvição de Quinta-Feira-Santa.

Depois de receberem a imposição das cinzas eram enviados para fora da Comunidade, à imitação de Adão que foi expulso do Paraíso depois do pecado, com sua mulher, Eva, para se lembrarem que a morte é a pena do pecado.
-”…Lembra-te que és pó e em pó te hás-de tornar”. (Gn 3,19)
Viviam depois afastados de sua família e da Comunidade durante os quarenta dias da Quaresma (Quarentena).

Vestidos de saco e com a imposição das cinzas eram identificados como penitentes públicos, perante a Comunidade, e em lugar separado na Igreja.
Como penitências comuns, abstinham-se de certos alimentos, de álcool; não tomavam banho, não cortavam o cabelo nem faziam á barba, nem podiam usar dos seus direitos conjugais.

Ficavam também privados das suas transações comerciais e dos seus interesses nos negócios.
Em certas dioceses, algumas penas duravam por vários anos e outras eram por toda a vida.
Durante a Idade Média foi dada maior ênfase aos pecados pessoais do que aos públicos.

Como resultado, as tradições da Quarta-Feira de Cinzas ficaram simplificadas para os membros da paróquia,
Estas tradições já eram observadas de maneira geral desde o século XI.

Mais recentemente a imposição das cinzas, reveste-se mais positivamente com o aspecto da Quaresma, segundo o pensamento do Evangelista S. Marcos :
- “Completou-se o tempo e o reino de Deus está perto; arrependei-vos e acreditai na Boa-Nova”.(Mc.1,15).

Mudaram-se os tempos e actualizaram-se os costumes de modo que ficou pelo menos o sentido de penitência necessária para uma conversão de vida em ordem à celebração da Páscoa que em cada ano deve ser uma renovação da vida interior de cada um.

Segundo as normas vigentes, Quarta-Feira de Cinzas é dia de Jejum e Abstinência.


Quem pode impor as cinzas?

Em resposta a uma pergunta feita pela Comissão Litúrgica dos Bispos Americanos em 30 de Janeiro de 1975, a Secretaria da Sagrada Congregação para os Sacramentos e para o culto divino deu a seguinte resposta :

Os Ministros extraordinários (eucarísticos) não podem benzer as Cinzas, mas podem ajudar o Celebrante na sua imposição, e até, quando não houver sacerdote e as Cinzas já estiverem benzidas, podem impô-las por si mesmos.

Portanto, esta resposta indica que qualquer pessoa pode ser convidada ou encarregada de impor as Cinzas, mas não as pode benzer.


A Igreja nos convida a partir da quarta-feira de cinzas a entrar em um tempo de profundo recolhimento, reflexão e oração para nos prepararmos para a Páscoa.



Fonte: Cléofas
Homilia Pe. Jackson de Sá Mendes

Homilia Pe. Jackson de Sá Mendes



XVII Enchei-vos do Espírito Santo - Homilia - Pe. Jackson de Sá Mendes - Paróquia de Igaracy - PB

Evangelho de São Marcos 10,28-31
Hoje o Senhor nos chamou para renovar nossa missão.
Através de nós Jesus pode chegar mais rápido as pessoas, ou também nós podemos dificultar Jesus chegar às pessoas. Deus é fiel, Ele cumpre o que diz. Nós não podemos ser pedra de tropeço para as pessoas em sua caminhada e nem deixar que as pessoas sejam tropeço no seguimento a Jesus. Seguir a Jesus é ter o coração livre. Nós colocamos muitas desculpas para não seguir Jesus. A imprensa não mostra os muitos cristãos que morrem pela igreja, pelo evangelho, só mostra o que é causa de escândalo. Aqui nós somos convidados a sermos irmãos. Vim lá da Paraíba, estou aqui com a Comunidade Filhos de Sião, eles me recebem bem, fico a vontade. A alegria de ser Igreja é porque nos sentimos em casa. Nunca me faltou nada nesses dezoito anos de sacerdócio, quem dá a vida para Deus, nada lhe falta. Temos que ser livres em Deus, não como a liberdade do mundo, mas livre para amar. Lembro as palavras do Santo padre Papa Francisco: “Ide sem medo para servir”. Não esqueçamos esse pedido do Papa. Vamos sair de nós mesmo para ir servir a Deus e a Igreja.



Confira fotos do evento, aqui:  facebook.com/comfilhosdesiao
Perseverança no chamado de Deus

Perseverança no chamado de Deus



XVII Enchei-vos do Espirito Santo - Pregação
Diácono Pedro - Diocese de Crato-CE

I Carta Timóteo 1, 18 e 19
Perseverar quer dizer manter-se ao longo de um caminho. Na Sagrada escritura você descobre o caminho.
Muitas vezes procuramos Deus não pelo que Ele é, mas pelo que Ele pode fazer por nós. Perseverar no caminho de Deus é buscar somente Ele. O que ilumina na perseverança é a fé, porque sabe que está nas mãos de Deus e está seguro. A arma do Cristão para vencer os inimigos é a caridade e a fé. Nossa luta é contra o inimigo de Deus, a raiz do mal, o pecado. O mal se vence pelo bem e Deus nos dá muitos meios para vencermos. Jesus atraiu a muitos, mas quando Ele foi mostrando a verdade, muito foram se afastando.
Guarde consigo esta frase: “A perseverança é acreditar que a nossa fé é uma boa razão para se viver e morrer por ela!”. Vale a pena renunciar pela fé. Você deve pensar: será que vale apena eu estar aqui e não viver os carnavais nas praias, nas praças, será que estou perdendo minha vida? O convite da perseverança é para descobrir a verdadeira alegria, aquilo que nos vai fazer está mais próximo de Deus. A verdadeira alegria é Deus. Meus queridos, o pecado original nos impediu de vivermos a alegria verdadeira. As pessoas que fazem o mal estão buscando a felicidade. Só aquele que caminha no caminho de Deus, é que consegue descobrir a alegria eterna. A eternidade é a verdadeira razão pela qual nós estamos aqui. A cruz é o que mantem o Cristão no caminho de Deus, porque com Jesus foi assim. Temos que nos decidir, ou então não somos Cristãos. Uma igreja sem cruz, não é a Igreja de Jesus. Se pergunte: Eu estou procurando a Deus ou a mim mesma fazer minha vontade? Quando você estiver desanimado, com o desejo de desistir, lembre-se das palavras de S. Paulo “Combati um bom combate”. Que o sofrimento renove e purifique nossa vocação, e não nos esmoreça, mas nos faça ir além. A nossa Igreja hoje ainda sofre porque o sofrimento faz crescer. Aquele que se mantiver até o fim, verá a recompensa de filhos quando Deus reunir todos seus filhos. Vamos descobrir que ser Cristão é uma glória para nós, porque estamos com O glorioso. E pedi a Deus para que possamos perseverar até o fim.


O Enchei-Vos 2014 acontecerá dias 2,3 e 4 de março no Ginásio Cenecista São Manuel, na Rua Parsifal Barroso – Centro. A entrada é gratuita. Venha viver um carnaval diferente.

Confira fotos do evento, aqui:  facebook.com/comfilhosdesiao


segunda-feira, 3 de março de 2014
Do lado aberto de Cristo jorra o Amor

Do lado aberto de Cristo jorra o Amor


XVII Enchei-vos do Espírito Santo - Pregação
Pe. Jackson de Sá Mendes - Paróquia de Igaracy - PB


João 19, 26
O coração de Jesus foi entregue inteiramente por nós. Deus é todo coração. De Jesus nos veio outro presente: o Espírito Santo. A Trindade Santa é a casa da Igreja, uma casa de Amor. A igreja somos nós, então nós somos amor. É do coração de Jesus que nós aprendemos a amar.
Uma outra fonte de experiência de Amor, é Maria.
Lucas 10, 25-38
A experiência de uma boa amizade e de um amor nos faz bem. Nosso encontro com Jesus é como de um amigo, de quem se apaixona, quer ficar perto. Deus nos ama hoje! Deus nos ama individualmente. Repita comigo: “Deus me ama hoje!”. Deus não quer perder você. Deus paga o que for preciso para nos ver novamente “sãos e salvos!”. Viver um caminho de Santidade, não é impossível. Santo é alguém que sentiu uma experiência de Deus e não deixa. Santo não é aquele que cai, mas aquele que se levanta. Santidade é amar com o amor de Deus, amor se paga com amor. O padre lembra Santa Terezinha: “Ser santo nas pequenas coisas!”. Pelo batismo Deus nos chamou a santidade. Do coração de Jesus brota todos os Sacramentos.
Que este Retiro seja para nós uma prova do amor de Deus, mesmo que você esteja em aridez. Deus lhe ama!


O Enchei-Vos 2014 acontecerá dias 2,3 e 4 de março no Ginásio Cenecista São Manuel, na Rua Parsifal Barroso – Centro. A entrada é gratuita. Venha viver um carnaval diferente.

Confira fotos do evento, aqui:  facebook.com/comfilhosdesiao

domingo, 2 de março de 2014
 Reunidos num só corpo pela força da cruz

Reunidos num só corpo pela força da cruz




XVII Enchei-vos do Espírito Santo - Pregação
Lucinha – Fundadora Com. Filhos de Sião

João 12, 20-36
A cruz de Cristo nos reúne aqui. A força da cruz de Cristo, fez com que você viesse hoje aqui. A cruz de Cristo emana uma força que nós não compreendemos. A pregadora lembra-se da história de São Francisco e conta: “O jovem Francisco encontrava-se numa crise espiritual, cheio de dúvidas e trevas. ‘Conduzido pelo Espírito’, entra na igrejinha de São Damião, onde se prostra, súplice, diante do Crucifixo. Tocado de modo extraordinário pela graça divina, encontra-se totalmente transformado. É então que a imagem de Cristo Crucificado lhe fala: "Francisco, vai e repara minha casa que está em ruína".
Francisco fica cheio de admiração e "quase perde os sentidos diante destas palavras". Mas logo se dispõe a cumprir esse ‘mandato’ e se entrega todo à obra, reconstruindo a igrejinha”
. Continua falando de São Camilo: Aflito na sua caminhada, Camilo se põe ao pé do crucifixo e ora ardentemente. Nesse momento se dá, segundo o relato de Camilo, um milagre: Jesus solta uma das mãos da cruz, abraça-o e diz: ‘De que te afliges? Continua que eu te ajudarei! Esta obra é minha e não tua! ’”. Por isso que eu digo que a cruz de Cristo é nossa força. Jesus nos diz em sua palavra que aquele que quer perder ganhar sua vida tem que a perdes. Quem está vivendo a alegoria do Carnaval por aí a fora estão pensando que estão ganhando a vida, mas na verdade Jesus nos pede para perder sua vida por causa Dele vai ganhar. São Francisco perdeu sua vida aqui na terra, mas a ganhou no Céu. O que Deus diz hoje pra você? Eu já te glorifiquei te dei a vida. Cristo crucificado te atraiu na cruz. Quem nos faz olhar a cruz é o próprio Cristo. Deus na cruz diz que nos ama. Ele te ama na cruz é a prova do Seu amor por você. Olhe para a cruz verdadeiramente e tente mirar o olhar de Jesus na cruz e se deixa amar por Jesus na cruz.

O Enchei-Vos 2014 acontecerá dias 2,3 e 4 de março no Ginásio Cenecista São Manuel, na Rua Parsifal Barroso – Centro. A entrada é gratuita. Venha viver um carnaval diferente.

Confira fotos do evento, aqui:  facebook.com/comfilhosdesiao


sábado, 1 de março de 2014
Festa Vocacional

Festa Vocacional



                 Vocassiyyõn-Vocacional Filhos de São
                                Deus me conquistou, sou feliz

 Neste Sábado 15 de Março as 19:00H e no Domingo apartir da 08:00H na Casa de Retiro Virgem de Sião. Sinta-se convidado a acolher o chamado de Deus em sua vida.
Ultimas Notícias
Loading...
Enviar Mensagem
Aperte Esc para Fechar
Copyright © 2010 - 2017 Comunidade Católica Filhos de Sião Todos os Direitos Reservados