domingo, 20 de outubro de 2013

A formação comunitária



A formação comunitária possui a missão de formar;  zelar pela vida vocacional espiritual, fraterna e apostólica dos membros da comunidade. Isto deve ser feito através do testemunho, da animação, do acompanhamento dos membros da comunidade fora comunitária e pessoal. Contata-se assim, que participar da formação comunitária não é, portanto, uma função, ou seja, algo que se tenha que cumprir ou que fazer cumprir, mais algo a ser vivenciado, uma enorme responsabilidade dada por Deus.

O responsável pela formação comunitária deve ser alguém que manifeste sua feliz pertença, a Deus e à comunidade expressando, por uma vivencia alegre, seu desejo de fazer a vontade de Deus, acolhendo as bênçãos e renuncias que fazem parte desse chamado. Através dessa vivencia, à,  anima a vida comunitária levando-a à fidelidade. É ainda alguém que tem uma profunda identidade com o carisma e que compreende a sua missão como oportunidade de dar provas de amor a Deus.
 Amar o irmão é uma maneira concreta de manifestarmos o quanto se ama o Senhor, amando aqueles a que tanto ele ama e por quem ele deu a sua própria vida. como não dar a vida por aquele a quem Jesus a deu? É vontade de Deus o transbordamento de amor sobre aqueles que ele ama. Ao viver o amor incondicional a Jesus, o responsável pela formação comunitária acolherá cada irmão escutando-o aceitando-o, pela presença e oração, humana espiritual vocacional.
  Por meio de uma autentica vida de oração o responsável deixar-se-á amar por Deus e desejará amar cada irmão como ele mesmo é amado. O seu amor para com os irmãos deve ser reflexo de sua intimidade com Deus; O senhor deseja  que seus filhos deem aquilo que recebe dele sabendo que isto não empobrecerá, mas, pelo contrário, os enriquecera aos olhos daquele que os ama.
O responsável pela formação é alguém que sabe que ainda não está pronto, mais que se reconhece como processo formativo como os demais irmão. Ele cresce em autoconhecimento e na aceitação de si e, por isso, leva cada irmão a viver com serenidade o seu próprio itinerário. Não torna tensa a vida comunitária com exigências desnecessárias, impaciências, intolerâncias, por que em si mesmo tem aprendido que Deus é o primeiro agente da formação, e  tudo realiza com sabedoria e amor, progressivamente. Respeita o ritmo de cada irmão e, sem tensão de resultados, leva-o a dar passos concretos na doação de si para a edificação do corpo comunitário.                                                                                                                                                                       

Adriano Silva - Co Fundador Comunidade Católica Filhos de Sião.
Comentários
0 Comentários
Ultimas Notícias
Loading...
Enviar Mensagem
Aperte Esc para Fechar
Copyright © 2010 - 2017 Comunidade Católica Filhos de Sião Todos os Direitos Reservados