domingo, 2 de junho de 2013

Devoção ao Sagrado Coração de Jesus



Não há dúvida de que a devoção ao Coração do Salvador tem sido, e continua a ser, uma das expressões mais difundidas e amadas da piedade eclesiástica... Entendida à luz da Sagrada Escritura, a expressão “Coração de Cristo” designa o mesmo mistério de Cristo, a totalidade do seu ser, a sua pessoa considerada no seu núcleo mais íntimo e essencial: Filho de Deus, não-criada sabedoria, caridade infinita, salvação e santificação de toda a humanidade. O Sagrado Coração é Cristo, o Verbo encarnado, Salvador, que intrinsecamente possui, no Espírito, um infinito amor divino e humano pelo Pai e pelo seus irmãos.(166)

Jesus, que com o Pai é um (Jo 10,30), convida os seus discípulos a viver em comunhão com Ele, a modelar suas vidas Nele e com os Seus ensinamentos. Ele, em resposta, apresenta a si mesmo como mestre “manso e humilde de Coração” (Mt. 11, 29). Pode dizer-se que a devoção ao Coração de Jesus é a forma profética e evangélica de um culto de olhar fixo, de todos os Cristãos, Naquele que foi transpassado (Jo 19,37; Zac 12,10) ... pela lança, do qual brotou sangue e água, símbolo do “sacramento admirável de toda a Igreja”.

São João nos conta sobre Nosso Senhor mostrando Suas mãos e o Seu lado para os discípulos (Jo 20,20) ...Este evento tem tido também uma notável influência  na origem e desenvolvimento da devoção ao Sagrado Coração pela Igreja.(167)

A devoção ao Sagrado Coração era particularmente forte na época da Idade Média. Muitos Santos desenvolveram e encorajaram esta devoção...Percebiam no Sagrado Coração o “refúgio”, no qual encontramos a cura, a misericórdia, o lugar de encontro com Ele, a fonte do amor infinito do Senhor, a fonte da qual brota a água do Espírito, a verdadeira terra prometida e o verdadeiro paraíso.(169)

Na época moderna o culto ao Sagrado Coração do Salvador teve novo desenvolvimento. No momento em que o jansenismo proclamava os rigores da justiça divina, a devoção ao Coração de Cristo foi um antídoto para suscitar nos fiéis o amor ao Senhor e a confiança na sua infinita misericórdia, simbolizado pelo Seu Coração.(170)

A piedade popular tende a identificar uma devoção com a sua representação icnográfica. Isto é algo normal, e um fenômeno positivo. Entretanto, inconvenientes podem aparecer: ... imagens com um caráter muito sentimental e adocicado são incapazes de  manifestar uma devoção com um conteúdo teológico robusto e não favorecem a aproximação dos fiéis ao Mistério do Sagrado Coração de nosso Salvador...
O Sagrado Coração é Cristo crucificado, Seu lado perfurado com uma lança, com Seu sangue e água brotando. (Jo 19, 34). (173)


Fonte: Diretório sobre a Piedade Popular - Congregação para o Culto Divino,Vaticano-2001

Igreja Doméstica
Comentários
0 Comentários
Ultimas Notícias
Loading...
Enviar Mensagem
Aperte Esc para Fechar
Copyright © 2010 - 2017 Comunidade Católica Filhos de Sião Todos os Direitos Reservados