sexta-feira, 29 de junho de 2012
De malas prontas para a JMJ

De malas prontas para a JMJ


A Comunidade Filhos de Sião já está de malas prontas para a Jornada Mundial da Juventude. Inscreva-se já e vamos juntos peregrinar com jovens do mundo todo. Serão dias inesquecíveis. Finalizaremos a peregrinação com o Papa Bento XVI numa grande vigília de oração.  Vamos juntos vivermos este momento de animação da fé cristã.
terça-feira, 26 de junho de 2012
Vocação catequética

Vocação catequética


Um passo dado na missão de testemunhar o seguimento a Jesus Cristo. É um chamado para uma missão especial de evangelizar. “Ser catequista é viver uma vocação característica dentro da Igreja. Ela é uma realização da vocação batismal”.

No episódio da pesca milagrosa, Jesus fala a Simão que avance para as águas mais profundas (Lc 5,4). Para a Catequese ela significa uma proposta corajosa, um pedido para que vejamos mais longe, além dos horizontes, buscando novas formas, novos métodos, novo ardor. O convite de Jesus é um desafio a nos lançarmos para o futuro, nos tornando capazes de dar novo impulso ao que já estamos realizando.

Nossa vocação de catequistas é um presente de Deus. Somos chamados porque Deus nos ama. Pensamos muitas vezes que não somos capazes de realizar nossa missão diante dos desafios e conflitos próprios do crescimento na fé . Por isso, como catequistas, é importante que diariamente confiemos em Deus através do nosso Sim, no serviço eclesial e catequético.

Quando o catequista toma consciência de que foi chamado por Deus e que foi enviado pela Igreja, pela comunidade, com certeza faz esta crescer e se transformar.

Sugestões de atividades

O catequista que cultivar a sua vocação, com certeza irá trabalhar esta dimensão com os catequizandos, especialmente nos encontros com os pequenos, adolescentes, jovens e adultos.

O tema da vocação é muito rico e não deve ser encarado como uma coleção de atividades didáticas, mas de uma dimensão fundamental da pastoral catequética. Existem várias formas de enriquecimento desta temática. Vamos sugerir algumas:

Leitura e aprofundamento dos vocacionados na Bíblia (Abraão, Moisés, Samuel, Davi, Jeremias, Maria Santíssima, os Apóstolos, ...);

Conhecimento da vida dos santos e santas da Igreja;

Dramatização, montagem de cartazes, confecção de maquetes, fantoches sobre a vida de vocacionados;

Estudo e aprofundamento sobre os sacramentos, em especial, Batismo, Matrimônio e Ordem;

Lisita a seminários, conventos, comunidades de vida;

Entrevista ou debates com casais, sacerdotes, religiosos e leigos atuantes na comunidade;

Vídeos que abordem a vida dos santos ou a questão da vocação;

Montagem de jornal mural com notícias sobre o Ano Vocacional;

Organização de festivais de música, poesia e teatro com tema vocacional;

Elaboração de feiras, gincanas e semanas vocacionais;

Pesquisa e exposição de fotos sobre vocacionados da comunidade;

Horas Santas, Vigílias, Retiros e Novenas Vocacionais;

Atividades apostólicas: visita a asilos, orfanatos, hospitais, coleta de alimento, roupas, brinquedos, material escolar para os mais necessitados.

Muitas idéias poderão surgir, nas reuniões de planejamento da catequese. Neste ano vocacional avancemos para águas mais profundas, transformando as nossas pias batismais em fonte de todas as vocações.

Toda a Igreja no Brasil está sendo chamada a participar ativamente do Ano Vocacional. Que o resultado seja um grande despertar vocacional, de modo que aumente o número de operários e operárias para a messe do Senhor.


CNBB - Texto Base – Ano Vocacional – 2003
domingo, 24 de junho de 2012
Solenidade do Nascimento de São João Batista

Solenidade do Nascimento de São João Batista





Homilia em áudio (MP3) da solenidade do nascimento de São João Batista - Mons. Rômulo, Paróquia de São Manuel do Marco-CE. A Igreja celebra com muita alegria o nascimento de São João Batista que continua a ser para os homens de hoje um grande modelo: de fidelidade ao Senhor, de humildade, de valentia, de sobriedade.Vamos aprender com ele a amar a Jesus vivo aqui no meio de nós e que ele apresentou ao mundo.

Evangelho (Lucas 1,57-66.80)
Domingo, 24 de Junho de 2012

Completou-se o tempo da gravidez de Isabel, e ela deu à luz um filho. Os vizinhos e parentes ouviram dizer como o Senhor tinha sido misericordioso para com Isabel, e alegraram-se com ela. No oitavo dia, foram circuncidar o menino, e queriam dar-lhe o nome de seu pai, Zacarias. A mãe, porém, disse: “Não! Ele vai chamar-se João”.
Os outros disseram: “Não existe nenhum parente teu com esse nome!” Então fizeram sinais ao pai, perguntando como ele queria que o menino se chamasse. Zacarias pediu uma tabuinha, e escreveu: “João é o seu nome”. E todos ficaram admirados. No mesmo instante, a boca de Zacarias se abriu, sua língua se soltou, e ele começou a louvar a Deus. Todos os vizinhos ficaram com medo, e a notícia espalhou-se por toda a região montanhosa da Judeia. E todos os que ouviam a notícia ficavam pensando: “O que virá a ser este menino?” De fato, a mão do Senhor estava com ele. E o menino crescia e se fortalecia em espírito. Ele vivia nos lugares desertos, até o dia em que se apresentou publicamente a Israel.


 Baixe aqui a Homilia


sábado, 23 de junho de 2012
Noite de Evangelização

Noite de Evangelização



A Comunidade Filhos de Sião convida você em especial, a participar de uma grande noite de Evangelização, com a apresentação do Ministério de Música Filhos de Sião e talentos Sião. Será dia 28 de Julho na Praça da Prefeitura de Marco-CE.  Na mesma haverá  o sorteio de uma moto 0 km, e a cartela custa apenas 5 reais. Todo o dinheiro arrecadado será em prol da construção da Casa de Retiro Virgem de Sião. Adquira já sua cartela e nos ajude a construir esta obra de evangelização.
terça-feira, 19 de junho de 2012
Congresso Diocesano RCC

Congresso Diocesano RCC


Congresso Diocesano da Renovação Carismática Católica.
"Apascenta as Minhas Ovelhas. João 21,17."
Celebração especial dos 30 anos da RCC da Diocese de Sobral.
14 e 15 de Julho,com as presenças de Araújo Lopes, Com. Maranatá; Genildo Azevedo, Com. Coração de Maria;  Edna Chaves, coordenadora da RCC de Sobral e Padre Berg, diretor Espiritual da RCC de Sobral.

sexta-feira, 15 de junho de 2012
Devoção ao Sagrado Coração de Jesus

Devoção ao Sagrado Coração de Jesus


Os antigos e o atual Pontífice frequentemente nos lembram sobre a devoção ao Coração do Cristo, que tem um sólido fundamento nas Sagradas Escrituras. Jesus, apresenta-se a si mesmo como o mestre “manso e humilde de Coração” (Mt 11,29).

Essa devoção ao Sagrado Coração de Jesus nada mais é que a tradução em termos culturais dos relatos das profecias que falam sobre as gerações cristãs que voltariam para aquele que foi transpassado pela lança, que jorrou água e sangue. Água sinal de Purificação e o Sangue a Redenção.

Essa é a entrada acessível pela qual nós, povo de Deus, pecadores como somos, podemos entrar.

Cristo é a porta aberta, que não podemos ignorar, pois através dela temos a Redenção.

Existem numerosas formas de devoção ao Coração de Jesus, que são recomendadas pela Sé Apostólica: a Consagração pessoal, que segundo Pio XI, “entre todas as práticas do culto ao Sagrado Coração é sem dúvida a principal”;

01. a Consagração da Família;

02. as Ladainhas do Sagrado Coração de Jesus;

03. o Ato de Oferecimento;

04. a prática das Nove Primeiras Sextas-feiras de cada mês;

05. o valor absoluto da Celebração Eucarística Dominical.

Na sexta-feira seguinte ao segundo domingo de Pentecostes, a Igreja celebra a Solenidade do Sagrado Coração de Jesus, todas as Paróquias comemoram esta devoção fazendo Missas e Procissões.

Não podemos nos esquecer que no dia seguinte à Solenidade do Sagrado Coração de Jesus, a Igreja celebra a Memória do Coração Imaculado de Maria.

A proximidade das duas celebrações nos lembra o estreito vínculo do Coração de Jesus com o Coração de sua e nossa Mãe Maria Santíssima.

Fonte: Paroquia Imaculada Conceicão
sábado, 9 de junho de 2012
O dom do temor

O dom do temor



O nosso obstáculo ao bem é o orgulho. O orgulho nos leva a resistir a Deus, a pôr o nosso fim em nós mesmos, em uma palavra, a nos perder.  Só a humildade pode nos salvar de tão grande perigo.
Quem nos dará a humildade? O Espírito Santo, derramando em nós o Dom do Temor de Deus. Esse sentimento repousa na ideia da majestade de Deus que a fé nos dá, em presença da qual nada somos; na ideia da sua santidade infinita, diante da qual não passamos de indignidade e escória; do julgamento soberanamente equitativo que ele deve exercer sobre nós ao sairmos desta vida e do perigo de
uma queda sempre possível, se faltarmos à graça, que nunca nos falta, mas à qual podemos resistir.
A salvação do homem se opera, pois, “com temor e tremor”, como ensina o Apóstolo; mas este temor que é um dom do Espírito Santo, não é um sentimento grosseiro que se limitaria a nos lançar no horror da consideração dos castigos eternos. Ele nos mantém com a compunção do coração, mesmo quando nossos
pecados já foram há muito tempo perdoados; ele nos impede de esquecer que somos pecadores, que devemos tudo à misericórdia divina e que só estamos salvos na esperança. O Temor de Deus não é um temor servil; ao contrário, se torna a fonte de sentimentos mais delicados. Pode-se aliar ao amor, não sendo mais do que um sentimento filial que abomina o pecado por causa do ultraje que este comete a Deus. Inspirado pelo respeito à majestade divina, pelo sentimento da santidade infinita, põe a criatura em seu verdadeiro lugar, São Paulo nos ensina que o temor, assim purificado, contribui para “o aperfeiçoamento da santificação”. Escutemos também esse grande Apóstolo, que foi arrebatado até o terceiro céu, confessar que é rigoroso consigo mesmo “a fim de não ser reprovado”.O espírito de independência e de falsa liberdade que reina hoje em dia contribui para tornar mais raro o Temor de Deus e aíestá uma das chagas do nosso tempo. A familiaridade com Deus toma, na maior parte das vezes, o lugar dessa disposição fundamental da vida cristã e, desde então, cessa todo progresso, a ilusão se introduz na alma e os divinos Sacramentos, que no momento de uma volta para Deus tinham operado com tanto poder, tornam-se quase estéreis. É que o dom do Temor foi abafado pela vã complacência da alma consigo mesma. A humildade se extinguiu; um orgulho secreto e universal veio paralisar os movimentos desta
alma. Ela chega, sem perceber, a não mais conhecer a Deus, pelo próprio fato de não tremer mais diante dele.Conservai em nós, ó Divino Espírito, o dom do Temor de Deus que nos foi derramado no nosso batismo. Este temor salutar assegurará nossa perseverança no bem, detendo os progressos do espírito de orgulho. Que ele seja como uma trave que atravessa nossa alma de lado a lado e que fique sempre fixada como nossa salvaguarda. Que abaixe nossa altivez, que nos arranque da indolência, nos revelando sem cessar a grandeza e a santidade Daquele que nos criou e que nos deve julgar. Sabemos, ó Divino Espírito, que esse feliz Temor não abafa o amor; longe disso, afasta os obstáculos que o deteriam em seu desenvolvimento. As Potestades celestes veem e amam com ardor o soberano Bem, elas são inebriadas pela eternidade; no entanto tremem diante da terrível majestade, tremunt  Potestates. E nós, cobertos das cicatrizes do pecado, cheios de imperfeições, expostos a mil armadilhas, obrigados a lutar contra
tantos inimigos, não sentimos que é preciso estimular por um temor forte e ao mesmo tempo filial, nossa vontade que adormece tão facilmente, nosso espírito tomado por tantas trevas! Velai por Vossa obra, ó divino Espírito! Preservai em nós o Dom precioso que Vos dignastes dar-nos; ensinai-nos a conciliar a paz e a alegria do coração com o Temor de Deus, segundo a advertência do Salmista:
“Serve o Senhor com temor e exulta de felicidade tremendo diante dele”.

OS DONS DO ESPÍRITO SANTO
DOM PROSPER GUERANGER
Abade de Solesmes
quinta-feira, 7 de junho de 2012
Homilia da Solenidade de Corpus Christi

Homilia da Solenidade de Corpus Christi


Homilia em áudio (MP3) da Solenidade de Corpus Christi 2012.  Paróquia de São Manuel do Marco-CE. 07 de Junho - Quinta-feira. Tema:Eucaristia, mistério admirável de nossa fé!. Celebrante: Mons. Rômulo-Pároco de São Manuel do Marco-CE.

Evangelho:Mc 14,12-16.22-26.

No primeiro dia dos Ázimos, quando se imolava o cordeiro pascal, os discípulos disseram a Jesus: “Onde queres que façamos os preparativos para comeres a Páscoa?”
Jesus enviou então dois dos seus discípulos e lhes disse: “Ide à cidade. Um homem carregando um jarro de água virá ao vosso encontro. Segui-o e dizei ao dono da casa em que ele entrar: ‘O Mestre manda dizer: onde está a sala em que vou comer a Páscoa com os meus discípulos?’ Então ele vos mostrará, no andar de cima, uma grande sala, arrumada com almofadas. Aí fareis os preparativos para nós!”
Os discípulos saíram e foram à cidade. Encontraram tudo como Jesus havia dito, e prepararam a Páscoa.
Enquanto comiam, Jesus tomou o pão e, tendo pronunciado a bênção, partiu-o e entregou-lhes, dizendo: “Tomai, isto é o meu corpo”.
Em seguida, tomou o cálice, deu graças, entregou-lhes, e todos beberam dele.
Jesus lhes disse: “Isto é o meu sangue, o sangue da aliança, que é derramado em favor de muitos. Em verdade vos digo, não beberei mais do fruto da videira, até o dia em que beberei o vinho novo no Reino de Deus”.
Depois de ter cantado o hino, foram para o monte das Oliveiras.


Baixe aqui a Homilia


Homilia do 9º dia da Festa de Corpus Christi

Homilia do 9º dia da Festa de Corpus Christi


Homilia em áudio (MP3) do 9ºdia da Festa de Corpus Christi 2012.  Paróquia de São Manuel do Marco-CE. 06 de Junho - Quarta-feira. Tema: Guardar o dia do Senhor. Celebrante: Padre Eudes-Paróquia Nra da Conceição-Acaraú_CE.

Evangelho: Jo 6,41-51.

Naquele tempo, os judeus começaram a murmurar a respeito de Jesus, porque havia dito: “Eu sou o pão que desceu do céu”.
Eles comentavam: “Não é este Jesus o filho de José? Não conhecemos seu pai e sua mãe? Como pode então dizer que desceu do céu?”
Jesus respondeu: “Não murmureis entre vós. Ninguém pode vir a mim, se o Pai que me enviou não o atrai. E eu o ressuscitarei no último dia. Está escrito nos profetas: ‘Todos serão discípulos de Deus’. Ora, todo aquele que escutou o Pai, e por ele foi instruído, vem a mim. Não que alguém já tenha visto o Pai. Só aquele que vem de junto de Deus viu o Pai. Em verdade, em verdade vos digo, quem crê, possui a vida eterna.
Eu sou o pão da vida. Os vossos pais comeram o maná no deserto e, no entanto, morreram. Eis aqui o pão que desce do céu: quem dele comer, nunca morrerá. Eu sou o pão vivo descido do céu. Quem comer deste pão viverá eternamente. E o pão que eu darei é a minha carne dada para a vida do mundo”.

Baixe aqui a Homilia


Homilia do 8º dia da Festa de Corpus Christi

Homilia do 8º dia da Festa de Corpus Christi


Homilia em áudio (MP3) do 8ºdia da Festa de Corpus Christi 2012.  Paróquia de São Manuel do Marco-CE. 05 de Junho - Terça-feira. Tema: A Santa Missa é uma festa?. Celebrante: Padre Assis-Paróquia de Sant´ana-Mucambo_CE.

Evangelho: Jo. 19, 31-37.

Era o dia da preparação para a Páscoa. Os judeus queriam evitar que os corpos ficassem na cruz durante o sábado, porque aquele sábado era dia de festa solene. Então pediram a Pilatos que mandasse quebrar as pernas aos crucificados e os tirasse da cruz.
Os soldados foram e quebraram as pernas de um e depois do outro que foram crucificados com Jesus. Ao se aproximarem de Jesus, e vendo que já estava morto, não lhe quebraram as pernas; mas um soldado abriu-lhe o lado com uma lança, e logo saiu sangue e água.
Aquele que viu, dá testemunho e seu testemunho é verdadeiro; e ele sabe que fala a verdade, para que vós também acrediteis. Isso aconteceu para que se cumprisse a Escritura, que diz: “Não quebrarão nenhum de seus ossos”. E outra Escritura ainda diz: Olharão para aquele que transpassaram”.

Baixe aqui a Homilia


Homilia do 7º dia da Festa de Corpus Christi

Homilia do 7º dia da Festa de Corpus Christi


Homilia em áudio (MP3) do 7ºdia da Festa de Corpus Christi 2012.  Paróquia de São Manuel do Marco-CE. 04 de Junho - Segunda-feira. Tema:Adoração Eucarística e evolução litúrgica. Celebrante: Mons.Rômulo-Pároco de São Manuel do Marco_CE.

Evangelho; Jo. 6, 1-15.

 Naquele tempo, Jesus foi para o outro lado do mar da Galileia, também chamado de Tiberíades. Uma grande multidão o seguia, porque via os sinais que ele operava a favor dos doentes. Jesus subiu ao monte e sentou-se aí, com seus discípulos. Estava próxima a Páscoa, a festa dos judeus.
Levantando os olhos, e vendo que uma grande multidão estava vindo ao seu encontro, Jesus disse a Filipe: “Onde vamos comprar pão para que eles possam comer?” Disse isso para pô-lo à prova, pois ele mesmo sabia muito bem o que ia fazer. Filipe respondeu: “Nem duzentas moedas de prata bastariam para dar um pedaço de pão a cada um”.
Um dos discípulos, André, o irmão de Simão Pedro, disse: “Está aqui um menino com cinco pães de cevada e dois peixes. Mas o que é isso para tanta gente?” Jesus disse: “Fazei sentar as pessoas”. Havia muita relva naquele lugar, e lá se sentaram, aproximadamente, cinco mil homens.
Jesus tomou os pães, deu graças e distribuiu-os aos que estavam sentados, tanto quanto queriam. E fez o mesmo com os peixes. Quando todos ficaram satisfeitos, Jesus disse aos discípulos: “Recolhei os pedaços que sobraram, para que nada se perca!”
Recolheram os pedaços e encheram doze cestos com as sobras dos cinco pães, deixadas pelos que haviam comido. Vendo o sinal que Jesus tinha realizado, aqueles homens exclamavam: “Este é verdadeiramente o Profeta, aquele que deve vir ao mundo”. Mas, quando notou que estavam querendo levá-lo para proclamá-lo rei, Jesus retirou-se de novo, sozinho, para o monte.

Baixe aqui a Homilia

terça-feira, 5 de junho de 2012
Homilia do 6º dia da Festa de Corpus Christi

Homilia do 6º dia da Festa de Corpus Christi




Homilia em áudio (MP3) do 6ºdia da Festa de Corpus Christi 2012.  Paróquia de São Manuel do Marco-CE. 03 de Junho - Domingo. Tema:Santíssima Trindade e Eucaristia. Celebrante: Padre Madeira-Capela de Nra da Conceição de Panacuí-Marco_CE.

Evangelho: Mt 28,16-20


Naquele tempo, os onze discípulos foram para a Galileia, ao monte que Jesus lhes tinha indicado.
Quando viram Jesus, prostraram-se diante dele. Ainda assim alguns duvidaram.
Então Jesus aproximou-se e falou: “Toda a autoridade me foi dada no céu e sobre a terra.
Portanto, ide e fazei discípulos meus todos os povos, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, e ensinando-os a observar tudo o que vos ordenei! Eis que eu estarei convosco todos os dias, até ao fim do mundo”.




Baixe aqui a Homilia

sábado, 2 de junho de 2012
Homilia do 5º dia da Festa de Corpus Christi

Homilia do 5º dia da Festa de Corpus Christi


Homilia em áudio (MP3) do 5ºdia da Festa de Corpus Christi 2012.
 Paróquia de São Manuel do Marco-CE. 02 de Junho - Sábado.
Tema: Adorar Jesus Eucarístico. Celebrante: Mons. Rômulo-Pároco de São Manuel do Marco_CE.

Evangelho Jo:17,11-19

Eu já não estou no mundo; mas eles estão no mundo, enquanto eu vou para junto de ti. Pai Santo, guarda-os em teu nome, o nome que me deste, para que eles sejam um, como nós somos um.

 Quando estava com eles, eu os guardava em teu nome, o nome que me deste. Eu os guardei, e nenhum deles se perdeu, a não ser o filho da perdição, para se cumprir a Escritura.

 Agora, porém, eu vou para junto de ti, e digo estas coisas estando ainda no mundo, para que tenham em si a minha alegria em plenitude.

 Eu lhes dei a tua palavra, mas o mundo os odiou, porque eles não são do mundo, como eu não sou do mundo.

Eu não rogo que os tires do mundo, mas que os guardes do maligno.

 Eles não são do mundo, como eu não sou do mundo.

Consagra-os pela verdade: a tua palavra é a verdade.

Assim como tu me enviaste ao mundo, eu também os enviei ao mundo.

 Eu me consagro por eles, a fim de que também eles sejam consagrados na verdade.

Baixe aqui a Homilia



Homilia do 4º dia da Festa de Corpus Christi

Homilia do 4º dia da Festa de Corpus Christi





Homilia em áudio (MP3) do 4ºdia da Festa de Corpus Christi 2012.
Paróquia de São Manuel do Marco-CE.
01 de Junho - Sexta-feira.
Tema: É Deus!.
Celebrante: Mons. Rômulo-Pároco de São Manuel do Marco_CE.

Evangelho: Lc 22,19-44.

E, tomando o pão, e havendo dado graças, partiu-o, e deu-lho, dizendo: Isto é o meu corpo, que por vós é dado; fazei isto em memória de mim.

Semelhantemente, tomou o cálice, depois da ceia, dizendo: Este cálice é o novo testamento no meu sangue, que é derramado por vós.

Mas eis que a mão do que me trai está comigo à mesa.

E, na verdade, o Filho do homem vai segundo o que está determinado; mas ai daquele homem por quem é traído!

E começaram a perguntar entre si qual deles seria o que havia de fazer isto.

E houve também entre eles contenda, sobre qual deles parecia ser o maior.

E ele lhes disse: Os reis dos gentios dominam sobre eles, e os que têm autoridade sobre eles são chamados benfeitores.

Mas não sereis vós assim; antes o maior entre vós seja como o menor; e quem governa como quem serve.

Pois qual é maior: quem está à mesa, ou quem serve? Porventura não é quem está à mesa? Eu, porém, entre vós sou como aquele que serve.

E vós sois os que tendes permanecido comigo nas minhas tentações.

E eu vos destino o reino, como meu Pai mo destinou,

Para que comais e bebais à minha mesa no meu reino, e vos assenteis sobre tronos, julgando as doze tribos de Israel.

Disse também o Senhor: Simão, Simão, eis que Satanás vos pediu para vos cirandar como trigo;

Mas eu roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça; e tu, quando te converteres, confirma teus irmãos.

E ele lhe disse: Senhor, estou pronto a ir contigo até à prisão e à morte.

Mas ele disse: Digo-te, Pedro, que não cantará hoje o galo antes que três vezes negues que me conheces.

E disse-lhes: Quando vos mandei sem bolsa, alforje, ou alparcas, faltou-vos porventura alguma coisa? Eles responderam: Nada.

Disse-lhes pois: Mas agora, aquele que tiver bolsa, tome-a, como também o alforje; e, o que não tem espada, venda a sua capa e compre-a;

Porquanto vos digo que importa que em mim se cumpra aquilo que está escrito: E com os malfeitores foi contado. Porque o que está escrito de mim terá cumprimento.

E eles disseram: Senhor, eis aqui duas espadas. E ele lhes disse: Basta.

E, saindo, foi, como costumava, para o Monte das Oliveiras; e também os seus discípulos o seguiram.

E quando chegou àquele lugar, disse-lhes: Orai, para que não entreis em tentação.

E apartou-se deles cerca de um tiro de pedra; e, pondo-se de joelhos, orava,

Dizendo: Pai, se queres, passa de mim este cálice; todavia não se faça a minha vontade, mas a tua.

E apareceu-lhe um anjo do céu, que o fortalecia.

E, posto em agonia, orava mais intensamente. E o seu suor tornou-se em grandes gotas de sangue, que corriam até ao chão.





Homilia do 3º dia da Festa de Corpus Christi

Homilia do 3º dia da Festa de Corpus Christi





Homilia em áudio (MP3) do 3ºdia da Festa de Corpus Christi 2012.
Paróquia de São Manuel do Marco-CE.
31 de Maio-Quinta-feira.
Tema: As presenças de Cristo.
Celebrante: Mons. Rômulo-Pároco de São Manuel do Marco_CE.

Evangelho Mt 28, 19-20.
Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;
 ensinando-os a observar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos.


Homilia do 2º dia da Festa de Corpus Christi

Homilia do 2º dia da Festa de Corpus Christi




Homilia em áudio (MP3) do 2ºdia da Festa de Corpus Christi 2012.
Paróquia de São Manuel do Marco-CE.
30 de Maio-Quarta-feira.
Tema: A Real presença.
Celebrante: Padre Robson -Área pastoral São João Batista – Celsolândia – Acaraú_CE

Evangelho; Mc 15, 16.
Naquele tempo, Jesus se manifestou aos onze discípulos, e disse-lhes: “Ide pelo mundo inteiro e anunciai o Evangelho a toda criatura! Quem crer e for batizado será salvo. Quem não crer será condenado. Os sinais que acompanharão aqueles que crerem serão estes: expulsarão demônios em meu nome, falarão novas línguas; se pegarem em serpentes ou beberem algum veneno mortal não lhes fará mal algum; quando impuserem as mãos sobre os doentes, eles ficarão curados”.
Depois de falar com os discípulos, o Senhor Jesus foi levado ao céu, e sentou-se à direita de Deus. Os discípulos então saíram e pregaram por toda parte. O Senhor os ajudava e confirmava sua palavra por meio dos sinais que a acompanhavam.



Ultimas Notícias
Loading...
Enviar Mensagem
Aperte Esc para Fechar
Copyright © 2010 - 2016 Comunidade Católica Filhos de Sião Todos os Direitos Reservados