terça-feira, 25 de outubro de 2011

Vocês são minhas ovelhas


“Vocês são minhas ovelhas, ovelhas do meu rebanho. Eu sou o Deus de vocês” (Ez 34,31)
Deus criou-nos para amar. Ele tem um projeto de amor para seus filhos e espera que este se concretize para a felicidade a qual desejou para eles.
Nos ama de tal modo que ao ver-nos afogados no pecado mandou-nos seu filho em expiação das nossas culpas, para conduzir-nos como um rebanho ao aprisco.
Cristo é o bom pastor e a sua destra nos conduz, Ele nos conhece e nos dá a graça de conhecê-Lo, de amá-Lo ainda que nosso amor seja falho e se perca na imensidão do Seu.
Andávamos sem rumo tal qual ovelha sem pastor, expostas ao lobo, e a ladrões que nos tiram do rebanho, do caminho. Quando a ovelha se extravia, Ele a procura, a cura de suas feridas e a leva nos braços ao redil. Essa ovelha pode ser você que se enveredou por caminhos distintos de Deus, que tem se ferido em meio aos arbustos do caminho.
É você que tem buscado pastagem em outros campos, nas drogas, sensualidade, e vontades exacerbadas pelo poder, e encontra- se a mercê do lobo feroz e faminto que está prestes a te devorar, deixando-te impossibilitado de ouvir a voz do pastor. Esse lobo nos remete ao pecado, que destrói e desfigura o homem, denigre a felicidade e leva a morte, não necessariamente física, mas em vida. Porém, acredite! Ele deixará todas as ovelhas e irá a sua procura para tirar- te das garras do mal, do perigo que se aproxima. O lobo tira toda sua vitalidade deixando-te moribundo, cristo devolve a vida, dá em abundância, portanto deixe- se encontrar por Ele, volta pro seu rebanho, onde há segurança e tranqüilidade.São inúmeras as vozes que ecoam em nossos ouvidos.
A voz do hedonismo, que consiste no desejo desordenado pelo prazer, no qual se age da maneira que satisfaz, sem preocupação com os danos causados ao corpo, ao coração, a imagem de Deus que há no homem. O prazer pelo prazer não realiza, somente destrói, mata, e rouba totalmente o desejo de Deus por sua criatura, impossibilitando-a de corresponder ao seu amor. Há a voz do relativismo em que tudo pode, e é nesse pensamento que o homem se esquece das suas limitações e abusa da liberdade dada por Deus. Então perece, pois ele é o que escolhe ser. Existe ainda a voz do homem, que tende a fazer sua vontade, e esta, será sempre oposta a de Deus, sabendo que nossos planos são falhos e egoístas e atrapalham os de Deus que são eternos e cheios de felicidade plena. Todas essas vozes sufocam a de Deus, mas não a mata, ela permanece no mais profundo do ser. É o pastor que orienta, atrai-se com seu cansaço e só deseja sanar suas feridas.
E quando a ovelha machucada deixa-se encontrar e volta arrependida para Cristo, que é o bom pastor, é com imensa alegria que Ele a recebe, a toma nos braços e a ama incondicionalmente.
“(...) Alegrem-se comigo, eu encontrei a minha ovelha que estava perdida” (Lc 15,6 )
E nesta alegria conduz a ovelha desgarrada para que no aprisco reencontre o sentido da vida, outrora perdido mediante as paixões ilusórias das “urtigas” a qual se alimentava, retorna a ouvir e comer do alimento que é vida, dada pelo pastor, que se regozija por poder tê-la novamente em seus braços. 
  
Por: Marília, Missionária Sião
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Que tal deixar um comentário?

Ultimas Notícias
Loading...
Enviar Mensagem
Aperte Esc para Fechar
Copyright © 2010 - 2017 Comunidade Católica Filhos de Sião Todos os Direitos Reservados