quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Tudo me revela Deus.


Se vejo uma simples rosa, vejo o quão grande foi o amor de Deus por mim, para criar uma rosa somente para que eu pudesse olhar algo belo. Se vejo qualquer criatura vejo como o amor de Deus é rico em perfeitos detalhes. Se vejo o céu, se vejo a natureza, se vejo o mar, vejo em tudo o amor de Deus em abundância.
O amor de Deus está até no que nossos olhos visíveis não podem ver, ou seja, até se fecharmos os olhos vemos o amor de Deus por nós. Se sinto um vento suave e gostoso que refresca minha pele e me traz uma sensação de tranqüilidade, aí não vejo, sinto. O amor de Deus não se revela somente nas suas providências, mas também nas coisas que não vem de imediato. Por amor, só por amor, Deus põe tudo no tempo certo. Se descanço no sentar de uma cadeira ou se tenho forças no levantar de meu corpo, vejo que não é outra coisa, é amor através da graça. Na chama viva e ofuscante de uma vela ou no orvalho que refresca uma madrugada. No desenhar das minhas unhas ou nos detalhes de tons de meus olhos. Tudo me revela Deus. O mais lindo é que podemos resumir tudo isso no amor, pois Deus é amor. Só podemos ver Deus se houver amor. Deus está em todos os sentimentos que geram amor. Depois de um perdão, vem o amor. Depois de um sorriso vem o amor. Depois da tranqüilidade vem o amor. Depois do abraço vem o amor. Depois da bondade vem o amor. Depois de um olhar vem o amor. Logo, todo sentimento que gera amor, gera Deus. E só podemos dar amor se tivermos amor, pois só podemos dar o que temos e a fonte que gera o amor é Deus. Deixe que tudo lhe revele amor. Deixe que tudo lhe revele Deus.


Por: Breno Aguiar (Missionário Sião)

Comentários
0 Comentários
Ultimas Notícias
Loading...
Enviar Mensagem
Aperte Esc para Fechar
Copyright © 2010 - 2017 Comunidade Católica Filhos de Sião Todos os Direitos Reservados