quarta-feira, 10 de agosto de 2011

O Desafio de Ser Livre.


“Cristo nos libertou para que sejamos verdadeiramente livres”
Gl 5,1
No Seu infinito amor quis Deus outorgar-nos a liberdade que nos é concedida para que vivamos plenamente nele, visto que é preciso uma decisão constante por Ele, e faz- se necessário optar por seu amor diariamente, pois mesmo pertencendo- lhe, somos livres para escolhe- Lo ou não.
Ser um jovem livre nos dias atuais é um grande desafio, pois a juventude está sendo incessantemente bombardeada pelas ciladas do mal, que insiste em deturpar a imagem de Deus no jovem.
O brilho da juventude está cada vez mais pálido, sem reflexo, os sonhos e alegria juvenil estão se perdendo nesse mundo marcado pelas drogas e outras tantas que tem roubado a vida do jovem. Esses se encontram cada vez mais presos ás ditaduras da mídia e a sociedade consumista que preza mais o ter que o ser. Estão incutidos nessa cultura de morte que seduz e aprisiona, perdendo assim a liberdade de escolha. São como vasos de perfume quebrados que deixam a essência da vida derramar- se por prazeres momentâneos que furtam sorrateiramente a alegria de ser jovem.
No jovem há muitas aspirações, desejos, visto que é nessa fase que é formado suas ideias críticas, portanto é natural que busque encontrar sua identidade, mas é preciso prudência nessa procura, pois é nela que muitos perecem. Ao depararem- se com os prazeres e facilidades que o mundo moderno oferece, torna-se difícil resistir a ofertas aparentemente boas.
Cristo nos libertou para que sejamos livres, agora não há mais cadeias, não podemos permitir que sejamos capturados pela prisão da vaidade, vícios e vontades desordenadas.
Ser livre não implica fazer tudo que se quer, mas optar ainda que difícil pelo que é certo o que agrada a Deus, e nos realiza plenamente, que é estar em comunhão com Ele, nisso consiste a liberdade, quando não me deixo ser comandada por minhas vontades e planos que fora de Deus sucumbem e caem ao vão.
São muito comuns em meio aos jovens tais frases: “só faço o que der na telha!” ou “A vida é minha, faço o que eu quiser!”
Jovens, fomos criados por Deus e para Deus e como diz santo Agostinho: “Fizeste- nos para ti, e nosso coração estará inquieto enquanto não repousarmos em ti”. A vida é sua, mas é dom de Deus, e a liberdade não se resume em prazeres imediatistas que trazem conseqüências gravíssimas. É importante não se confundir liberdade com libertinagem, onde tudo se é permitido, existe uma ordem para tudo, portanto a liberdade não pode ser traduzida de maneira irrisória e mesquinha. Ser livre é não ser escravo da própria vontade, e fazer o que convém.
“Tudo posso, mas nem tudo me convém” I Co 10, 23
Acorda jovem! Sai dessa de achar que tudo pode que “nada vale nada”, sai dessa gaiola que te aprisiona e te impede de ver o céu, o mar, eles são belos porque estão no seu devido lugar.
Viva em função daquilo para a qual Deus te criou, para a felicidade, e sede livre para optar por Ele, que é só no âmago do pai que você jovem será totalmente realizado, feliz e verdadeiramente livre.


Por: Marília Ivina, Com. de Vida Filhos de Sião
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Que tal deixar um comentário?

Ultimas Notícias
Loading...
Enviar Mensagem
Aperte Esc para Fechar
Copyright © 2010 - 2017 Comunidade Católica Filhos de Sião Todos os Direitos Reservados