sexta-feira, 10 de junho de 2011

Testemunhos do Terço da Misericórdia

Acompanhe alguns testemunhos de pessoas que confiaram na misericórdia de Deus e alcaçaram milagres através do terço da misericórdia na casa da paz .Conversão, curas, reencontro com Deus.


Testemunho I - Conversão
          Morei junto com uma pessoa seis anos com a qual tive um filho, que hoje tem três anos, João Pedro. Hoje sou separada, há sete meses. Nesses seis anos aconteceram coisas que antes disso não imaginei jamais que passaria. Sofri e errei bastante.
          Em nenhum momento, embora antes tenha sentido muita raiva, rancor, vingança ou até mesmo ódio, percebo que não apenas meu ex-marido me decepcionou, como eu também o desapontei, percebo que na época ele era muito jovem como ainda é, não estava preparado para um relacionamento tão sério, e embora ele não fosse tão dedicado e atencioso como eu esperava, vejo que poderia ter colaborado, hoje percebo que eu estava tão vazia e triste querendo que ele me fizesse feliz e que não me preocupava em fazê-lo. Nós não rezávamos juntos, eu não tinha como testemunhar que teríamos que mudar de vida, pois eu não sabia que seria isso que precisávamos.
          Errei como esposa, como mãe, pois estava tão decepcionada de uma forma que eu não conseguia ver alegria em nada. Eu era explosiva e algo dentro de mim, nunca deixava-me falar com Deus, até a Bíblia quando lia, não entendia nada , as palavras pareciam enigmas.
          Além das infinitas chances que Deus já me deu, entendo que agora esta chance é diferente de todas as outras, eu não consigo continuar a mesma, e ele enviou-me sem parar, várias pessoas que não paravam de me convidar ao serviço de Deus. Através do Cerco de Jericó, minha mente e meu coração abriram-se e incrivelmente depois dessa maravilhosa experiência, quando eu abria a Bíblia parecia que Deus falava, unicamente para mim, pedia um sinal e a revelação era clara.
          Em um dia acordei mais inspirada que nos outros, não conseguia parar de rezar e foi através do Terço da Misericórdia, que antes não conhecia, que me entreguei inteiramente a Deus, e pedia fervorosamente pelo meu filho, mas não sabia o que Deus estava querendo de mim. No dia dois de fevereiro, logo cedo, quando fui deixar meu filho na casa da avó paterna, para que pudesse trabalhar. Para ser rápida, peguei uma carona de moto com um amigo, e muito próximo da minha casa, ainda, aconteceu o inesperado, um acidente que poderia ter sido fatal, um choque entre a moto e um carro, quando percebi, eu e meu filho estávamos no chão, com a graça de Deus não aconteceu nada com o meu filho, eu cai embaixo do carro, se o carro não tivesse parado tão rápido eu teria sido esmagada, mas Deus usou de sua misericórdia nesse momento, e esse foi o chamado mais forte da minha vida, eu não poderia calar-me diante de tanta graça, e no dia três de fevereiro fui ao Terço da Misericórdia na Casa da Paz. Lá, não tinha forças nem coragem de falar, porém até isso Deus provou realmente o que queria de mim com a confirmação clara de que queria meu testemunho e naquele momento fiz questão de falar para todos, o quanto a misericórdia mudou minha vida e todo esse amor, esse imenso amor, que sinto dentro de mim, quero e faço questão de dividir e levar até outras pessoas que ainda não provaram da verdadeira felicidade, que só vem de Deus.
          Através dessa passagem da Bíblia, Deus simplesmente falou toda minha vida, já que eu era surda, muda e não conseguia ver:
           “Nada temas, pois eu te resgato e te chamo pelo nome, tu és meu. Se tiveres de atravessar a água, estarei contigo, e os rios não te submergirão; se caminhares pelo fogo, não te queimarás, e a chama não te consumirá, porque és precioso aos meus olhos, porque eu te aprecio e te amo, permuto reinos por ti, entrego nações em troca de ti. Fica, pois estou contigo. Nenhum Deus foi formado antes de mim e não haverá outros depois de mim.
          Sou eu, sou Eu o Senhor, não há outro Salvador se não Eu. Fui eu quem predisse e Salvei e não um Deus estranho entre vós. Quando executo, quem poderia destruir minha obra?
          Eis o que diz o Senhor, que abriu uma passagem através do mar, um caminho em meio as ondas. Não recordais mais coisas antigas, porque eu que vou fazer obra nova, a qual já surge: não a vedes? ”.
Maria do Socorro Rocha Lima, 23 anos.
Data de testemunho: 16/02/2011



Testemunho II - Cura da Neurite
    Sou casada há 45 anos com Manoel Waldemar Pereira. Meu marido há um bom tempo passou a apresentar dores num lado da cabeça, era tão forte que desviava para o olhos e era insuportável. Fomos a vários médicos, tomou vários tipos de remédios. Foram dois anos seguidos sem encontrar solução, ele foi piorando a cada dia. O olho que era prejudicado ficava lacrimejando sem intervalo. Os dias as horas eram infinitas, o tempo não passava, pois ele já não alimentava-se sozinho e o que comia não conseguia mastigar, apenas líquido, com bastante sacrifício.
    O pior para mim e nossos filhos foi quando ele parou de falar, era desesperador depois de tantos anos convivendo juntos, nunca imaginei vê-los nesta situação. Já não sabia mais quanto tempo fazia que ele estava sem trabalhar, cheguei ter medo de passar necessidade, mas Deus nunca permitiu.
    O que Jesus queria fazer, não era apenas na vida dele, mas em toda a nossa família. Foi numa segunda-feira, quando tudo começou a mudar. A equipe do Terço da Misericórdia veio rezar com nossa família, e foi naquele dia que eu vi abrir a porta para a esperança.
    Depois desse dia, passamos a rezar diariamente, e ele, impossibilitado, mas acompanhava pela televisão o Terço da Misericórdia. Com poucos dias, Deus mostrou ao médico o verdadeiro problema: neurite, uma veia da cabeça que estava obstruída (bolhas de sangue), disse que ele teria que ser operado urgente.
    Ele tinha muito medo da cirurgia e dizia que caso fosse necessário ele fazer a cirurgia preferia morrer que passar por isso. Mas, Jesus através do Terço da Misericórdia foi curando-o, preparando-o e fazendo aceitar. A cirurgia foi um sucesso, O médico ficou surpreso quando o viu completamente bem e recuperado. Mas, o que nem o médico ou qualquer humano poderia ver é que ele tinha sido curado também da alma; e este milagre transformou nossa família. Hoje só posso dizer: Jesus, eu confio em vós.
Data do testemunho: 07/02/11
Maria de Fátima Pereira, 59 anos


Testemunho III - Cura de um nódulo
    Sou casada há 13 anos com Walter Carlos e temos quatro filhos. Há poucos anos, meu marido repentinamente começou a sentir uma sensação estranha embaixo da axila que o incomodava muito. Fomos a vários médicos e não encontrávamos respostas do que realmente poderia ser. Aquilo que era apenas um incômodo,  passou a consumir a vida de nossos familiares, todos ficaram preocupados por ele, pois a situação piorava a cada dia. Quando definitivamente conseguimos levá-lo a um especialista, o qual nos atendeu de imediato e diagnosticou que a mama havia dilatado, que poderia ser um possível tumor  maligno e, se fosse confirmado, ele pouco poderia fazer algo. Meu marido fez os exames, foi marcado a cirurgia, mas a nossa confiança estava em Deus.
    Antes disso, já freqüentávamos o Terço da Misericórdia, e foi na quinta-feira que antecedia a cirurgia quando estávamos no Terço da Misericórdia que aconteceu o surpreendente aos olhos  e ouvidos humanos, ele foi chamado a frente, diante do Santíssimo e lá foi proclamado que ele não deveria fazer a cirurgia, pois Jesus estava operando-o naquele momento. Confesso que para mim, seria difícil acreditar totalmente, mas o milagre seria a resposta que ele estava precisando, e nesse dia ele saiu da Casa da Paz convicto de que o impossível, Deus realizava.
    Na semana seguinte, a confirmação: o médico ficou surpreendido quando recebeu o exame o qual afirmava que ele não tinha nódulo algum e que portanto, não era mais necessário fazer nenhuma cirurgia, pois se ele tinha algo, já havia sido curado. Apenas por precaução, receitou um antiinflamatório.
    Desde então, vimos que Jesus simplesmente usou de sua misericórdia e fez a transfiguração de toda enfermidade dele. E ainda hoje continuamos freqüentando o terço para agradecer e entregar as nossas misérias aos pés daquele que morre para nos dar a vida eterna.
Maria Fabiana Firmino, 28 anos
Data do testemunho: 05/02/11


Testemunho IV - Cura da Alma
    Sou casada e tenho filhos. Meu filho mais jovem; Flávio, sempre foi um filho muito amado, mas quando foi crescendo, eu fui percebendo que ele não tinha a mesma identidade, em sua adolescência, surgia atitudes inesperadas. Comportamentos anormais na escola, em casa e na sociedade. Tinha dificuldade de socializar-se, mas meu amor por ele e a confiança em Deus ia muito além. Percebia que ele estava sendo consumido pela tristeza, medo, preocupações, sentimentos confusos que muitas vezes fazia-os chorar. Eu como mãe, desesperava-me.
    Sempre diante de tudo o que acontecia entregava Deus, pois somente Ele sabia o quanto meu filho precisava de ajuda, e embora depois de muita oração, aquele vazio persistia em confundí-lo. Deus providenciou, e finalmente ele conseguiu chegar aos pés do Senhor e meu coração aliviava-se com esta esperança. Mas, ainda não era o momento de Deus agir, e mesmo com o coração renovado, ele não conseguia libertar-se. Eu me fazia várias perguntas, o porquê de tanta intranqüilidade e impaciência em meu filho.
    Já orava muito para Nossa Senhora de Fátima, a alma do Monsenhor Waldir e juntei minha devoção ao Terço da Misericórdia. Aquela perseverança e caminhada  entregando tudo a Jesus, fortalecia-me; principalmente nos momentos de Adoração, pois tinha a certeza de que só na Misericórdia de Deus ele poderia ser totalmente curado.
    E foi sem que eu mesma percebesse,  que  Flávio restituía-se e hoje posso dizer que ele é feliz com o coração cheio do amor de Deus.
    Continuo e continuarei a seguir O Terço da Misericórdia na esperança de levar a outras pessoas o quanto o amor de Deus realizava e que eu glorifico-o pelas inúmeras graças que já realizou.
     “Meu filho, se entrares para o serviço de Deus, permanece firme na justiça e no temor, e prepara a tua alma para a provação, espera com paciência, dá ouvidos e acolhe  as palavras de sabedoria, não te perturbes no tempo da infelicidade.
Eclesiástico 2
Data do testemunho: 08/02/11
Maria de Fátima Fonteles Teófilo, 52 anos



Por: Juliana
Vídeo: Raí  
Comentários
0 Comentários
Ultimas Notícias
Loading...
Enviar Mensagem
Aperte Esc para Fechar
Copyright © 2010 - 2016 Comunidade Católica Filhos de Sião Todos os Direitos Reservados