quinta-feira, 22 de abril de 2010
Visita a cadeia pública - Grupo Benditos do Pai

Visita a cadeia pública - Grupo Benditos do Pai

"Estive preso e foste me visitar" (MT 25,36)  Exemplo de grande caridade.
A galera do grupo de oração, Benditos do Pai da Comunidade Filhos de Sião, fez uma visita a cadeia pública de Marco-CE. Foram eles levar a palavra de Deus aqueles irmãos excluídos da sociedade, por seus delitos, ou por injustiças. Mas sabemos nós que Jesus não os exclui ; "Eu não vim para os justos, mas sim para os pecadores MT;9,13", entendendo a mensagem de Jesus, o grupo  levou o evangelho aos presidiários.
segunda-feira, 12 de abril de 2010
A alegria definida por Santos

A alegria definida por Santos


Experimento uma alegria muito viva, não só quando me acham imperfeita, mas, sobretudo, de sentí-lo eu mesma. - Santa Teresinha

A criatura atormenta mas o Espírito do criador gera alegria. - São João da Cruz


Sou alegre e faço feliz quem cumpre a minha vontade. - Jesus a Santa Catarina Sena

Seja o teu desejo contemplar a Deus; teu temor, perdê-lo; tua dor, não estar ainda com Ele; tua legria, o sentimento de que podes chegar até Ele. - Santa Teresa

A maior alegria que podemos dar a Maria Santíssima é a de levar Jesus Eucarístico no nosso peito. - Santo Hilário

A busca de Deus é a busca da alegria. O encontro com Deus é a própria alegria. - Santo Agostinho

Natal sem Jesus não tem alegria, vira tristeza, torna-se nostalgia. - Ave Maria

Faz parte do Natal tudo aquilo que de um jeito ou de outro, manisfesta a nossa alegria pelo nascimento de Jesus. - Ave Maria

Com alegria, bebamos sobriamente da sóbria embriaguez do Espírito Santo - Santo Ambrósio

O Deus que eu conheço é o Deus da Alegria. - São Francisco de Sales

A alegria abre, a tristeza fecha o coração. - São Francisco de Sales

O pecado é o motivo de tua tristeza. Deixa que a santidade seja o motivo de tua alegria. - Santo Agostinho

É preferível a tristeza de quem suporta a iniquidade do que a alegria de quem a comete. - Santo Agostinho

(Ser Santo é a verdadeira alegria; )
quinta-feira, 8 de abril de 2010
Exame de Consciência - A confisão , como se confesar

Exame de Consciência - A confisão , como se confesar


1. Cumprir com cada uma das partes da Confissão:

a) Exame de Consciência

b) Dor de coração
c) Propósito de emenda
d) Confissão de boca
e) Satisfação de obra

2. Ter presente a forma de se confessar:

a) Rito inicial:

Sacerdote: Ave Maria Puríssima
Penitente: Sem pecado concebida. Abençõe-me padre porque pequei
Há … fiz minha última confissão. Meus pecados são os seguintes…

b) Corpo do sacramento

- O penitente confessa seus próprios pecados;
- Escuta depois a palavra do sacerdote;
- Aceita a obra de penitência que lhe é proposta para satisfação de seus pecados e para emenda de sua vida;
- Manifesta seu arrependimento recitando o ATO DE CONTRIÇÃO
com a seguinte fórmula:

Senhor Jesus, Cordeiro de Deus
que tiras o pecado do mundo,
reconcilia-me com o Pai pela graça do Espírito Santo;
purifica-me de todos meus pecados
e faz de mim um homem novo. Amém.

- finalmente o sacerdote dá a absolvição ao penitente.

c) Despedida:

Sacerdote: O Senhor perdoou teus pecados. Ide em paz.
PERGUTAS DE AJUDA
RUPTURA COM DEUS:

Amo de verdade a Deus com todo meu coração ou vivo apegado às coisas materiais?

Me preocupei em renovar minha fé cristã através da oração, a participação ativa e atenta na missa dominical, e a leitura da Palavra de Deus, etc.? Guardo os domingos e dias de festa da Igreja? Cumpri com o preceito anual da confissão e da comunhão pascal?

Tenho uma relação de confiança e amizade com Deus, ou cumpro somente os ritos externos?

Professei sempre, com vigor e sem temores minha fé em Deus? Manifestei minha condição de cristão na vida pública e privada?

Ofereço ao Senhor meus trabalhos e alegrias? Recorro a Ele constantemente, ou só o busco quando necessito?

Tenho reverência e amor ao nome de Deus ou o ofendo com blasfêmias, falsos juramentos ou usando seu nome em vão?

RUPTURA COMIGO MESMO:

Sou soberbo e vaidoso? Me considero superior aos demais?

Busco aparentar algo que não sou para ser valorizado pelos outros? Aceito a a mim mesmo, ou vivo na mentira e no engano? Sou escravo de meus complexos?

Que uso tenho feito do tempo e dos talentos que Deus me deu?

Me esforço para superar os vícios e más inclinações como a preguiça, a avareza, a gula, a bebida, a droga?

Caí na luxúria com palavra e pensamentos impuros, com desejos ou ações impuras?

Fiz leituras ou assisti a espetáculos que reduzem a sexualidade a um mero objeto de prazer?

Caí na masturbação ou na fornicação? Cometi adultério? Recorri a métodos artificiais para o controle da natalidade?

RUPTURA COM OS IRMÃOS E COM A CRIAÇÃO:

Amo de coração a meu próximo como a mim mesmo e como o Senhor Jesus me pede que ame?

Em minha família colaboro para criar um clima de reconciliação com paciência e espírito de serviço? Os filhos tem sido obedientes a seus pais, rendendo-lhes respeito e ajuda em todo momento? Os pais se preocupam em educar de maneira cristã a seus filhos e de alentá-los em seu compromisso de vida com o Senhor Jesus?

Abusei de meus irmãos mais fracos, usando-os para meus fins?

Insultei a meu próximo? O escandalizei gravemente com palavras e ações? Se me ofenderam, sei perdoar,ou guardo rancor e desejo de vingança?

Compartilho meus bens e meu tempo com os mais pobres, ou sou egoísta e indiferente à dor dos demais? Participo das obras de evangelização e promoção humana da Igreja?

Me preocupei pelo bem e a prosperidade da comunidade humana em que vivo ou passo a vida me preocupando somente comigo mesmo?

Cumpri com meus deveres cívicos? Paguei meus tributos? Sou invejoso? Sou fofoqueiro e charlatão? Difamei ou caluniei a alguém? Violei algum segredo? Fiz juízos temerários sobre os outros?

Sou mentiroso?

Causei algum dano físico ou moral a outros? Fiz inimizades com ódio, ofensas ou brigas com meu próximo? Fui violento?

Procurei ou induzi ao aborto?

Fui honesto em meu trabalho? Usei retamente a criação ou abusei dela para fins egoístas? Pratiquei roubo? Fui justo em relação a meus subordinados tratando-os como eu gostaria de ser tratado por eles? Participei em venda ou consumo de drogas? Pratiquei fraude?

Recebi dinheiro ilícito?

por: Catequese Católica
Ultimas Notícias
Loading...
Enviar Mensagem
Aperte Esc para Fechar
Copyright © 2010 - 2016 Comunidade Católica Filhos de Sião Todos os Direitos Reservados