Formação

Notícias da Igreja

Destaques

sexta-feira, 1 de outubro de 2010
quarta-feira, 29 de setembro de 2010
O poder que machuca

O poder que machuca





"A sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus" (1 Coríntios 3.19)

O poder vem de diversas formas
. É o marido que recusa ser amável com
a esposa. É o empregado que coloca a ambição pessoal sobre a própria
integridade.É a esposa que regula o sexo para punir e persuadir. Pode
ser o tirar a vida de alguém, ou o tirar a vez de alguém... Porém
tudo é soletrado da mesma forma: P-O-D-E-R.


E todos têm a mesma meta: “Conseguirei o que quero às suas custas”. E
todos têm o mesmo fim: Futilidade.

Poder absoluto é inalcançável. E quando você chegar ao topo – se
houver um topo – o único caminho a seguir é para baixo. E a descida é
geralmente dolorosa.

Daqui a mil anos terá importância o título que o mundo lhe
deu? Não, mas fará uma enorme diferença saber de quem você é filho –
e quantos foram recebidos por você como irmãos.

"...Se eu puder ajudar alguém a seguir a diante, mostrar o caminho
certo, cumprir meu dever como cristão, que é divulgar a mensagem que
Cristo deixou, então minha vida não terá sido em vão..."


 Danilo souza
Comunidade Canção Nova
terça-feira, 14 de setembro de 2010
A pior qualidade de um filho é a ingratidão

A pior qualidade de um filho é a ingratidão



Você se aceita como é?
 Cada um de nós é riquíssimo no seu ser. Fomos feitos à imagem de Deus; o que mais poderíamos desejar? O Todo-poderoso entrou dentro de Si mesmo para, lá, ir buscar o nosso molde.


Como, então, você pode ficar reclamando das qualidades que você não tem? Não seria isso ser ingrato com o Senhor?

Antes de lamentar e lamuriar o que você não tem, agradeça o que você já tem e tudo o que recebeu gratuitamente de Deus Pai. Olhe primeiro para as suas mãos perfeitas… e diga: "Muito obrigado, Senhor!" Pense nos seus olhos que enxergam longe; seus ouvidos que ouvem o cantar dos pássaros, e diga mais uma vez: "Obrigado, Senhor!" Da mesma forma, olhe para a beleza e o vigor da sua juventude e agradeça ao bom Pai, de quem procede toda dádiva boa.

A pior qualidade de um filho é a ingratidão diante do pai. Jesus ficou muito aborrecido quando curou dez leprosos (uma doença incurável na época!), mas só um (samaritano) voltou para agradecer. E este não era judeu, isto é, o único que não era considerado pertencente ao povo de Deus.

Você recebeu uma grande herança de Deus, que está dentro de você: sua inteligência, sua liberdade, vontade, capacidade de amar, sua memória, consciência, etc., enfim, seus talentos, que o Senhor espera que você os faça crescer para o seu bem e o dos outros. A primeira coisa a fazer, para que você possa multiplicar esses talentos, é aceitar-se como você é, física e espiritualmente.

Não fique apenas olhando para os seus problemas, numa espécie de introspecção mórbida, porque senão você acabará não vendo as suas qualidades; e isso o tornará escravo do seu complexo de inferioridade.

São Paulo disse que somos como que "vasos de barro", mas que trazemos um tesouro de Deus escondido aí dentro (cf. I Cor 4, 7).

Eu não estou dizendo que você deva se esconder dos seus problemas nem fazer de conta que eles não existem; não é isso. Reconheça-os e aceite-os; e, com fé em Deus, e confiança em você, lute para superá-los, sem ficar derrotado e lamuriando a própria sorte.

Saiba que é exatamente quando vencemos os nossos problemas e quando superamos os nossos limites, que crescemos como pessoas humanas.

Não tenha medo dos seus problemas, eles existem para serem resolvidos. Um amigo me dizia que todo problema tem solução; e que, quando um deles não a tem [solução], então, deixa de ser problema. “O que não tem remédio, remediado está”, diz o povo. Não adianta ficar chorando o leite derramado.

É na crise e na luta que o homem cresce. É só no fogo que o aço ganha têmpera. É sob as marteladas do ferreiro que a lâmina vira um espada. Por isso, é importante eliminar as suas atitudes negativas.

Deus tem um desígnio para você e para cada um de nós; uma bela missão a ser cumprida, e você pode estar certo de que Ele lhe deu os talentos necessários para cumpri-la.

Deus Pai quer que você seja um aliado d'Ele, um cooperador d'Ele, na obra da construção do mundo. O Senhor não nos entregou o mundo acabado, exatamente para poder nos dar a honra e a alegria de sermos Seus colaboradores nesta bela obra. Ele precisa de nossas mãos e de nossa inteligência, pois quer usar os nossos talentos. Por essa razão, o homem mais infeliz é aquele que se fecha em si mesmo e não usa os seus talentos para o bem dos outros. Este se torna deprimido.

Na "Parábola dos Talentos", Jesus mostrou que só foi pedido um talento a mais àquele que tinha ganhado um; mas que foi pedido dez novos talentos ao que tinha dado dez. Deus é coerente.

Você sabe que é “único” aos olhos d'Ele, irrepetível; logo, você recebeu talentos que só você tem; então, o Senhor espera que você desenvolva esta bela herança, sendo aquilo que você é.

É um ato de maturidade ter a humildade de reconhecer os seus limites e aceitá-los; isso não é ser menor ou menos importante; é ser real.

Aceite suas limitações, seus problemas, seu físico, sua família, sua cor, sua casa, também seus pais e seus irmãos, por mais difíceis que sejam… e comece a trabalhar com fé e paciência, para melhorar o que for possível.

Se você não começar por aceitar o seu físico, aquilo que você vê, também não aceitará os defeitos que você não vê. Você corre o risco de não gostar de você se não aceitar o seu corpo. Muitos se revoltam contra si mesmos e contra Deus por causa disso. Você só poderá gostar de você - amar a si mesmo - se aceitar-se como é física e espiritualmente. Caso contrário não será feliz.

É claro que é bom aprender as coisas boas com os outros, mas não podemos querer imitá-los em tudo. Você não pode ficar se comparando com outra pessoa, e quem sabe, ficar até deprimido porque não tem o mesmo sucesso dela. Cada um é um diante de Deus Pai. Também não se deixe levar pelo julgamento que as pessoas fazem de você. Saiba de uma coisa: você não será melhor porque as pessoas o elogiam, mas também não será pior porque elas o criticam. Como dizia São Francisco, “sou, o que sou diante de Deus.”

Certa vez, iam por uma estrada um velho, um menino e um burro.

O velho puxava o burro e o menino estava sobre o animal.

Ao passarem por uma cidade, ouviram alguém dizer:

“Que menino sem coração, deixa o velho ir a pé. Devia ir puxando o burro e colocar o velho sobre este!”

Imediatamente o menino desceu do burro e colocou o velho lá em cima, e continuaram a viagem.

Ao passar por outro lugar, escutaram alguém dizer:

“Que velho folgado, deixa o menino ir a pé, e vai sobre o burro!”

Então, eles pararam e começaram a pensar no que fazer:

O velho disse ao menino:

"Só nos resta uma alternativa: irmos a pé carregando o burro nos nossos braços!…"

Moral da história: é impossível agradar a todos!

Do livro – "Jovem, levanta-te!" – Editora Cléofas
Festa da Exaltação da Santa Cruz

Festa da Exaltação da Santa Cruz


Celebramos a festa da cruz; por ela as trevas são repelidas e volta a luz. Celebramos a festa da cruz e junto com o Crucificado somos levados para o alto a fim de que, abandonando a terra com o pecado, obtenhamos os céus.
 A posse da cruz é tão grande e de tão imenso valor que seu possuidor possui um tesouro. Chamo, com razão, tesouro aquilo que há de mais belo entre todos os bens pelo conteúdo e pela fama. Nele, por ele e para ele reside toda a nossa salvação, e é restituída ao seu estado original.
Se não houvesse a cruz, Cristo não seria crucificado. Se não houvesse a cruz, a vida não seria pregada ao lenho com cravos. Se a vida não tivesse sido cravada, não brotariam do lado as fontes da imortalidade, o sangue e a água, que lavam o mundo. Não teria sido rasgado o documento do pecado, não teríamos sido declarados livres, não teríamos provado da árvore da vida, não se teria aberto o paraíso. Se não houvesse a cruz, a morte não teria sido vencida e não teria sido derrotado o inferno.

É, portanto, grande e preciosa a cruz. Grande, sim, porque por ela grandes bens se tornaram realidade; e tanto maiores quanto – pelos milagres e sofrimentos de Cristo – tanto mais excelentes quinhões serão distribuídos. Preciosa também porque a cruz é paixão e vitória de Deus: paixão, pela morte voluntária nesta mesma paixão e vitória porque o diabo é ferido e com ele a morte é vencida. Assim, arrebentadas as prisões dos infernos, a cruz também se tornou a comum salvação de todo o mundo.

É chamada ainda de glória de Cristo, e dita a exaltação de Cristo. Vemo-la como cálice desejável e o termo dos sofrimentos que Cristo suportou por nós. Que a cruz seja a glória de Cristo, escuta-O a dizer: Agora, o Filho do homem é glorificado e nele Deus é glorificado e logo o glorificará (Jo 13,31-32). E de novo: Glorifica-me tu, Pai, com a glória que tinha junto de ti antes que o mundo existisse (Jo 17,5). E repete: Pai, glorifica teu nome. Desceu então do céu uma voz: Glorifiquei-o e tornarei a glorificar (Jo 12,28), indicando aquela glória que então alcançou na cruz.

Que ainda a cruz seja a exaltação de Cristo, escuta o que Ele próprio diz: Quando eu for exaltado, atrairei então todos a mim (cf. Jo 12,32). Bem vês que a cruz é a glória e a exaltação de Cristo.

(Dos Sermões de Santo André de Creta, bispo).
segunda-feira, 23 de agosto de 2010
Como viver a castidade no mundo erotizado

Como viver a castidade no mundo erotizado


A lei de Deus afirma que o sexo só deve ser vivido no matrimônio; não há outro lugar para a vida sexual.
"A mulher não pode dispor do seu corpo: ele pertence ao seu marido. E também o marido não pode dispor do seu corpo: ele pertence à sua esposa" (1 Cor 7,4). Note que São Paulo não fala em namorados e noivos, mas esposa e marido.
Paul Claudel, diplomata e escritor francês, disse: "A juventude não foi feita para o prazer, mas para o desafio". Estamos em um mundo erotizado até à exaustão, e tenho pena dos jovens por isso. Mas mesmo assim, Jesus continua a chamá-los, bravamente, a uma vida de castidade. Hoje isso é uma marca do verdadeiro jovem cristão.

Um jovem casto é um jovem forte, cheio de energias para sua vida profissional e moral. É na luta para manter a castidade que você se prepara para ser fiel à sua esposa amanhã. A grandeza de um homem não se mede pelo poder que possui de dominar os outros, mas pela capacidade de dominar a si mesmo. Gandhi dizia que: "A castidade não é uma cultura de estufa... A castidade é uma das maiores disciplinas, sem a qual a mente não pode alcançar a firmeza necessária". E acrescenta: "A vida sem castidade parece-me vazia e animalesca". E também: "Um homem entregue aos prazeres perde o seu vigor, torna-se efeminado e vive cheio de medo" (Toschi Tomás, "Gandhi, mensagem para hoje", Editora Mundo três, SP, 1977, pg. 105ss).

Alguns querem se permitir um grau de intimidade "seguro", isto é, até que o "sinal vermelho seja aceso"; aí está um grave engano. Quase sempre o sinal vermelho é ultrapassado e, muitas vezes, acontece o que não deve. Quantas namoradas grávidas...

Para haver a castidade nos nossos atos é preciso que antes ela exista em nossos pensamentos e palavras. Jamais será casto aquele que permitir que os seus pensamentos, olhos, ouvidos, vagueiem pelo mundo do erotismo. O jovem e a jovem cristãos terão de lutar muito para não permitir que o relacionamento sexual os envolva e abafe o namoro. Jesus deu a receita da castidade: "Vigiai e orai" porque "a carne é fraca" (cf. Mt 26, 41).

O namoro não existe para que vocês conheçam os seus corpos... mas as suas almas. Um namoro puro só será possível com a graça de Deus, com a oração, a vida sacramental, a reza do Terço, com a vigilância e, sobretudo, quando os dois quiserem se preservar um para o outro. Será preciso, então, evitar todas as ocasiões que possam facilitar um relacionamento mais íntimo. O provérbio diz que "A ocasião faz o ladrão", e que "Quem brinca com o perigo nele perecerá". Se você sabe que, naquele lugar, naquele carro, naquela casa, etc., a tentação será maior do que suas forças, então, fuja desses locais. Essa é uma fuga justa e heróica.

É preciso lembrar às moças que o homem se excita principalmente pelos olhos. Então, cuidado com a roupa que você usa; com os decotes, com o comprimento das saias... Não ponha "pólvora" no sangue do seu namorado se você não quer vê-lo "explodir". O namoro não é o tempo de viver as carícias matrimoniais, pois elas são o prelúdio do ato sexual, o qual não deve ser realizado nessa fase. O que precisa haver entre os namorados é carinho, não as carícias íntimas. Muitas vezes os casais não se dão conta disso. Não provoque seu namorado.

Jovem cristão, você está diante de um belo e enorme desafio: viver a castidade no meio deste mundo "sexualizado" e erotizado ao extremo. Mas você sabe que quanto maior é a luta, mais valiosa é a vitória! Por isso eu lhe digo: se tivesse de dar uma medalha de ouro puro para um jovem que luta para ser casto ou para um general que ganhou uma grande batalha, eu a daria ao jovem.

Fonte: Canção Nova
quinta-feira, 15 de julho de 2010
Arraiá do Projeto Pequeno Gigante

Arraiá do Projeto Pequeno Gigante


Todos os anos, a Comunidade Católica Filhos de Sião comemora as festividades juninas
tradicionais em nossa região, e faz belíssimas apresentações com o arraiá Filhos de Sião, esta foto é da quadrilha do projeto Pequeno Gigante, projeto esse que educa e catequisa crianças da comunidade.
CD Ministério de Música Filhos de Sião

CD Ministério de Música Filhos de Sião



"Baixe o CD do Ministerio de Música Filhos de Sião
"O Céu foi feito pra ti "

  A banda que é um fruto da Renovação Carismática Católica,  nos ensina a amar nossa Mãe Maria Santíssima e a Louvar ao Senhor Jesus com belas canções

 Click aqui para baixar
quinta-feira, 20 de maio de 2010
Ofício da Imaculada Conceição

Ofício da Imaculada Conceição





  
INTRODUÇÃO

Em Maria está toda a plenitude de graças. Nela o Verbo de Deus, Jesus Cristo, se fez homem. Com a encarnação, Maria se fez co-redentora. Com sua vida de união com Jesus, ela se torna mestra, rainha e modelo; na morte de seu Filho Jesus, este no-la entrega como nossa mãe.

Por isso, louvemos a toda cheia de graça, Maria, a Mãe, mestra e rainha da humanidade.

          (Aprofunde seu louvor, lendo: Lc  1,26-56)



Deus vos salve, filha de Deus Pai !

Deus vos salve, Mãe de Deus Filho !

Deus vos salve, Esposa do Espírito santo !

Deus vos salve, Sacrário da Santíssima Trindade !



MATINAS    (Primeira parte do Ofício canônico - a ser rezada de madrugada)

Agora, lábios meus

dizei e anunciai

os grandes louvores 

da Virgem, Mãe de Deus



          Sede em meu favor,

          Virgem soberana,

          livrai-me do inimigo

          com vosso valor.



Glória seja ao Pai,

ao Filho e ao Amor também,

que é um só Deus

em pessoas três,

agora e sempre

e sem fim. Amém.
Hino

Deus vos salve,

Virgem Senhora do mundo

rainha dos céus,

e das virgens, Virgem.



          Estrela da manhã

          Deus vos Salve,

          cheia de graça divina,

          formosa e louçã.



Dai pressa, Senhora,

em favor do mundo,

pois vos reconhece

como defensora.



          Deus vos nomeou

          desde a eternidade

          para a mãe do Verbo

          com o qual criou



Terra, mar e céus,

e vos escolheu,

quando Adão pecou,

por esposa de Deus.



          Deus a escolheu

          e, já muito antes,

          em seu tabernáculo

          morada lhe deu.



Ouvi, Mãe de Deus,

minha oração.

Toquem em vosso peito

os clamores meus.

Oração: Santa Maria, rainha dos céus, mãe de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhora do mundo, que a nenhum pecador desamparais e nem desprezais, ponde, Senhora, em mim os olhos de vossa piedade e alcançai de vosso amado Filho o perdão de todos os meus pecados, para que eu, que agora venero com devoção vossa Imaculada Conceição, mereça na outra vida alcançar o prêmio da bem-aventurança, pelo merecimento de vosso bendito Filho Jesus Cristo, nosso Senhor, que com o Pai e o Espírito Santo vive e reina para sempre. Amém.

PRIMA    (Corresponde às primeiras horas canônicas - ou às seis da manhã) 



          Sede em meu favor,

          Virgem soberana,

          livrai-me do inimigo

          com vosso valor.



Glória seja ao Pai,

ao Filho e ao Amor também,

que é um só Deus

em pessoas três,

agora e sempre

e sem fim. Amém.


Hino



Deus vos salve, mesa

para Deus ornada,

coluna sagrada,

de grande firmeza.



          Casa dedicada

          a Deus sempiterno.

          Sempre preservada,

          Virgem, do pecado.



Antes que nascida

fostes, Virgem santa,

no ventre ditoso

de Ana concebida.



          Sois mãe criadora

         dos mortais viventes.

          Sois dos santos porta,

          dos anjos, Senhora.



Sois forte esquadrão

contra o inimigo.

Estrela de Jacó,

refúgio do cristão.



          A Virgem criou

          Deus, no Espírito Santo,

          e todas as sua obras,

          com ela as ornou.



Ouvi, Mãe de Deus,

minha oração.

Toquem em vosso peito

os clamores meus.



Oração: Santa Maria, rainha dos céus, mãe de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhora do mundo, que a nenhum pecador desamparais e nem desprezais, ponde, Senhora, em mim os olhos de vossa piedade e alcançai de vosso amado Filho o perdão de todos os meus pecados, para que eu, que agora venero com devoção vossa Imaculada Conceição, mereça na outra vida alcançar o prêmio da bem-aventurança, pelo merecimento de vosso bendito Filho Jesus Cristo, nosso Senhor, que com o Pai e o Espírito Santo vive e reina para sempre. Amém.



   TERÇA  (Hora canônica correspondente às nove da manhã)    



          Sede em meu favor,

          Virgem soberana,

          livrai-me do inimigo

          com vosso valor.



Glória seja ao Pai,

ao Filho e ao Amor também,

que é um só Deus

em pessoas três,

agora e sempre

e sem fim. Amém.


Hino



Deus vos salve, trono

do grão Salomão,

arca do concerto

velo de Gedeão !



          Íris do céu clara,

          sarça da visão,

          favo de Sansão,

          florescente vara,



A qual escolheu

para ser mãe sua,

e de vós nasceu

o Filho de Deus.



          Assim vos livrou

          da culpa original

          De nenhum pecado

          há em vós sinal.



Vós que habitais

lá nas alturas,

e tendes vosso trono

entre as nuvens puras.



Ouvi, Mãe de Deus,

minha oração.

Toquem em vosso peito

os clamores meus.

Oração: Santa Maria, rainha dos céus, mãe de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhora do mundo, que a nenhum pecador desamparais e nem desprezais, ponde, Senhora, em mim os olhos de vossa piedade e alcançai de vosso amado Filho o perdão de todos os meus pecados, para que eu, que agora venero com devoção vossa Imaculada Conceição, mereça na outra vida alcançar o prêmio da bem-aventurança, pelo merecimento de vosso bendito Filho Jesus Cristo, nosso Senhor, que com o Pai e o Espírito Santo vive e reina para sempre. Amém.



   SEXTA  (Hora canônica correspondente ao meio-dia)    



          Sede em meu favor,

          Virgem soberana,

          livrai-me do inimigo

          com vosso valor.



Glória seja ao Pai,

ao Filho e ao Amor também,

que é um só Deus

em pessoas três,

agora e sempre

e sem fim. Amém.


Hino



Deus vos salve, Virgem,

da Trindade templo,

alegria dos anjos,

da pureza exemplo.



          Que alegrais os tristes

          com vossa clemência,

          horto de deleites,

          palma de paciência.



Sois terra bendita

e sacerdotal.

Sois da castidade,

símbolo real.



          Cidade do Altíssimo,

          porta oriental,

          sois a mesma graça,

          Virgem singular.



Qual lírio cheiroso

entre espinhas duras

tal sois vós, Senhora,

entre as criaturas.



          Ouvi, Mãe de Deus,

          minha oração.

          Toquem em vosso peito

          os clamores meus.



Oração: Santa Maria, rainha dos céus, mãe de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhora do mundo, que a nenhum pecador desamparais e nem desprezais, ponde, Senhora, em mim os olhos de vossa piedade e alcançai de vosso amado Filho o perdão de todos os meus pecados, para que eu, que agora venero com devoção vossa Imaculada Conceição, mereça na outra vida alcançar o prêmio da bem-aventurança, pelo merecimento de vosso bendito Filho Jesus Cristo, nosso Senhor, que com o Pai e o Espírito Santo vive e reina para sempre. Amém.



    NOA  (Hora canônica correspondente às três da tarde)     



          Sede em meu favor,

          Virgem soberana,

          livrai-me do inimigo

          com vosso valor.



Glória seja ao Pai,

ao Filho e ao Amor também,

que é um só Deus

em pessoas três,

agora e sempre

e sem fim. Amém.


Hino



Deus vos salve, cidade

de torres guarnecida,

de Davi com armas

bem fortalecida.



          De suma caridade

          sempre abrasada.

          Do dragão a força

          foi por vós prostrada.



Ó mulher tão forte !

Ó invicta Judite !

Que vós alentastes

o sumo Davi !



          Do Egito o curador

          de Raquel nasceu,

          do mundo o Salvador,

          Maria no-lo deu.



Toda é formosa

minha companheira;

nela não há mácula

da culpa primeira.





          Ouvi, Mãe de Deus,

          minha oração.

          Toquem em vosso peito

          os clamores meus.

Oração: Santa Maria, rainha dos céus, mãe de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhora do mundo, que a nenhum pecador desamparais e nem desprezais, ponde, Senhora, em mim os olhos de vossa piedade e alcançai de vosso amado Filho o perdão de todos os meus pecados, para que eu, que agora venero com devoção vossa Imaculada Conceição, mereça na outra vida alcançar o prêmio da bem-aventurança, pelo merecimento de vosso bendito Filho Jesus Cristo, nosso Senhor, que com o Pai e o Espírito Santo vive e reina para sempre. Amém.

Nota: Até aqui é uma prece de louvor exalando Maria pela sua dignidade de Mãe de Deus.

Muitos versos mostram a escolha de Deus, feita a Maria, dignificando-a como bem-aventurada criatura.

       

  VÉSPERAS  (Hora canônica correspondente ao cair da tarde)    



          Sede em meu favor,

          Virgem soberana,

          livrai-me do inimigo

          com vosso valor.



Glória seja ao Pai,

ao Filho e ao Amor também,

que é um só Deus

em pessoas três,

agora e sempre

e sem fim. Amém.


Hino



Deus vos salve, relógio

que atrasado

serviu de sinal

ao Verbo encarnado.



          Para que o homem suba

          às sumas alturas,

          desce Deus do céu

          para as criaturas.



Com raios claros

do Sol de Justiça

resplandece a Virgem

dando ao sol cobiça



          Sois lírio formoso

          que cheiro respira

          entre os espinhos

          da serpente a ira.



Vós a quebrantais

com vosso poder.

Os cegos errados

vós alumiais.



          Fizestes nascer

          Sol tão fecundo,

          e, com as nuvens

          cobristes o mundo.



Ouvi, Mãe de Deus,

minha oração.

Toquem em vosso peito

os clamores meus.

Oração: Santa Maria, rainha dos céus, mãe de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhora do mundo, que a nenhum pecador desamparais e nem desprezais, ponde, Senhora, em mim os olhos de vossa piedade e alcançai de vosso amado Filho o perdão de todos os meus pecados, para que eu, que agora venero com devoção vossa Imaculada Conceição, mereça na outra vida alcançar o prêmio da bem-aventurança, pelo merecimento de vosso bendito Filho Jesus Cristo, nosso Senhor, que com o Pai e o Espírito Santo vive e reina para sempre. Amém.



    COMPLETAS    (Hora canônica correspondente ao anoitecer)   



Rogai a Deus, vós,

Virgem, nos converta.

Que a sua ira,

aparte de nós.



          Sede em meu favor,

          Virgem soberana,

          livrai-me do inimigo

          com vosso valor.



Glória seja ao Pai,

ao Filho e ao Amor também,

que é um só Deus

em pessoas três,

agora e sempre


Hino



Deus vos salve, Virgem,

Mãe imaculada,

rainha de clemência

de estrela coroada.



          Vós sobre os anjos

          sois purificada;

          de Deus à mão direita

          estais de ouro ornada.



Por vós, Mãe da graça,

mereçamos ver

a Deus nas alturas

com todo prazer.



          Pois sois esperança

          dos pobres errantes,

          e seguro porto

          dos navegantes.



Estrela do mar

e saúde certa,

e porta que estais

para o céu aberta.



          É óleo derramado,

          Virgem, vosso nome,

          e os servos vossos

          vos hão sempre amado.



Ouvi, Mãe de Deus,

minha oração.

Toquem em vosso peito

os clamores meus.

Oração: Santa Maria, rainha dos céus, mãe de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhora do mundo, que a nenhum pecador desamparais e nem desprezais, ponde, Senhora, em mim os olhos de vossa piedade e alcançai de vosso amado Filho o perdão de todos os meus pecados, para que eu, que agora venero com devoção vossa Imaculada Conceição, mereça na outra vida alcançar o prêmio da bem-aventurança, pelo merecimento de vosso bendito Filho Jesus Cristo, nosso Senhor, que com o Pai e o Espírito Santo vive e reina para sempre. Amém.
Oferecimento

Humildes oferecemos

a vós, Virgem pia,

estas orações,

porque, em nossa guia,

vades vós adiante

e, na agonia,

vós nos animeis,

ó doce Maria !  Amém.

quinta-feira, 6 de maio de 2010
Nossa Senhora de Lourdes

Nossa Senhora de Lourdes



Links para "TODAS AS 18 APARIÇÕES DE LOURDES"


1ª aparição – quinta-feira, 11 de fevereiro 1858

Santa Bernadette Soubirous redigiu de próprio punho, em sete ocasiões, a descrição da aparição, acrescentando novos detalhes em cada uma das versões. Eis um apanhado tão completo quanto possível de todos eles:

“A primeira vez que fui à gruta, era quinta-feira, 11 de fevereiro. Fui para recolher galhos secos com outras duas jovens. Quando estávamos no moinho, eu lhes perguntei se queriam ver onde a água do canal se encontrava com o Gave. Elas me responderam que sim. De lá, seguimos o canal e nos encontramos diante de uma gruta, não podendo mais prosseguir.

“Minhas duas companheiras se colocaram em condição de atravessar a água que estava diante da gruta. Elas a atravessaram e começaram a chorar. Perguntei-lhes por que choravam, e disseram-me que a água estava gelada. Pedi que me ajudassem a jogar pedras na água, para ver se podia passar sem tirar meus sapatos, mas disseram-me que devia fazer como elas, se quisesse. Fui um pouco mais longe, para ver se podia passar sem tirar meus sapatos, mas não poderia”.

Esta preocupação se explica porque Bernadette sofria de asma, e a mãe não queria que tomasse friagem. Nessa ocasião ela catava galhos secos para aquecer a mísera habitação onde sua família arruinada era constrangida a viver. Prossegue o relato:

“Então, regressei diante da gruta e comecei a tirar os sapatos. Tinha acabado de tirar a primeira meia, quando ouvi um barulho como se fosse uma ventania. Então girei a cabeça para o lado do gramado, do lado oposto da gruta. Vi que as árvores não se moviam, então continuei a tirar meus sapatos.

“Ouvi mais uma vez o mesmo barulho. Assim que levantei a cabeça, olhando a gruta, vi uma Dama vestida de branco. Tinha um vestido branco, um véu branco, um cinto azul e uma rosa em cada pé, da cor da corda do seu terço.

“Eu pensava ser vítima de uma ilusão. Esfreguei os olhos, porém olhei de novo e vi sempre a mesma Dama. Coloquei a mão no bolso, para pegar o meu terço. Queria fazer o sinal da cruz, mas em vão. Não pude levar a mão até a testa, a mão caía. Então o medo tomou conta de mim, era mais forte que eu. Todavia, não fugi. A Dama tomou o terço que segurava entre as mãos e fez o sinal da cruz. Minha mão tremia, porém tentei uma segunda vez, e consegui. Assim que fiz o sinal da cruz, desapareceu o grande medo que sentia, e fiquei tranqüila.

“Coloquei-me de joelhos. Rezei o terço, tendo sempre ante meus olhos aquela bela Dama. A visão fazia escorrer o terço, mas não movia os lábios. Quando acabei o meu terço, com o dedo Ela fez-me sinal para me aproximar, mas não ousei. Fiquei sempre no mesmo lugar. Então desapareceu imprevistamente.

“Comecei a tirar a outra meia para atravessar aquele pouco de água que se encontrava diante da gruta, para alcançar as minhas companheiras e regressarmos. No caminho de volta, perguntei às minhas companheiras se não haviam visto algo.
“– Não.
“Perguntei-lhes mais uma vez, e disseram-me que não tinham visto nada. Eu lhes roguei que não falassem nada a ninguém. Então elas me interrogaram:
“– E tu viste algo?
“Eu lhes disse que não.
“– Se não viste nada, eu também não.

“Pensava que tinha me enganado. Mas retornando a casa, na estrada me perguntavam o que tinha visto. Voltavam sempre àquele assunto. Eu não queria lhes dizer, mas insistiram tanto, que decidi dizê-lo, mas na condição de que não contassem para ninguém. Prometeram-me que manteriam o segredo.

Mas assim que chegaram às suas casas, a primeira coisa que contaram foi que eu tinha visto uma Dama vestida de branco. Esta foi a primeira vez”.



Confira todas as aparições de Nossa senhora de Lourdes neste Link  http://lourdes-150-aparicoes.blogspot.com.br/p/uma-por-uma.html


Fonte:  Lourdes e suas aparições
Palavras do Papa aos jovens

Palavras do Papa aos jovens



O Papa Bento XVI se encontrou esta tarde com mais 500 mil jovens italianos na localidade do Loreto. Em seu discurso os alentou a não ter medo de entregar-se a Cristo, o único que pode saciar autenticamente os desejos mais profundos do ser humano.Depois de aterrissar em helicóptero na cidade de Loreto, Itália, e depois de ter saudado as respectivas autoridades civis e eclesiásticas, o Santo Padre se reuniu com os jovens vindos de todas as partes do país. “Constituem a esperança da Igreja na Itália!”, foram as palavras com as quais o Pontífice iniciou seu discurso e manifestou sua alegria por “encontrá-los neste lugar tão singular, nesta noite especial, rica em orações, cantos, silêncios, cheia de esperanças e de profundas emoções

Em seguida recordou aos presentes que o motivo de sua presença se deve em última instância “ao Espírito Santo: Guiou-lhes até aqui; vieram com suas dúvidas e suas certezas, com suas alegrias e suas preocupações. Agora cabe a vós abrir o coração e oferecer tudo a Jesus“.


“Infelizmente hoje em dia, para muitos jovens uma existência plena e feliz é vista como um sonho difícil e até irrealizável”, continuou o Papa. “Muitos de seus coetâneos olham o futuro com apreensão e se fazem muitas perguntas. Preocupados se questionam: Como inserir-se em uma sociedade marcada por numerosas e graves injustiças e sofrimentos? Como reagir frente ao egoísmo e à violência que parecem prevalecer? Como dar um sentido pleno à vida?”, prosseguiu....

Ante tais incógnitas, a resposta do Papa foi direta e concreta: “Com amor e convicção repito, jovens aqui presentes, e por meio de vós, a seus coetâneos do mundo inteiro: Não tenham medo, Cristo pode preencher as aspirações mais íntimas de seu coração! Nada nem ninguém poderá jamais nos separar do amor de Deus

 Papa Bento XVI


quinta-feira, 22 de abril de 2010
Visita a cadeia pública - Grupo Benditos do Pai

Visita a cadeia pública - Grupo Benditos do Pai

"Estive preso e foste me visitar" (MT 25,36)  Exemplo de grande caridade.
A galera do grupo de oração, Benditos do Pai da Comunidade Filhos de Sião, fez uma visita a cadeia pública de Marco-CE. Foram eles levar a palavra de Deus aqueles irmãos excluídos da sociedade, por seus delitos, ou por injustiças. Mas sabemos nós que Jesus não os exclui ; "Eu não vim para os justos, mas sim para os pecadores MT;9,13", entendendo a mensagem de Jesus, o grupo  levou o evangelho aos presidiários.
segunda-feira, 12 de abril de 2010
A alegria definida por Santos

A alegria definida por Santos


Experimento uma alegria muito viva, não só quando me acham imperfeita, mas, sobretudo, de sentí-lo eu mesma. - Santa Teresinha

A criatura atormenta mas o Espírito do criador gera alegria. - São João da Cruz


Sou alegre e faço feliz quem cumpre a minha vontade. - Jesus a Santa Catarina Sena

Seja o teu desejo contemplar a Deus; teu temor, perdê-lo; tua dor, não estar ainda com Ele; tua legria, o sentimento de que podes chegar até Ele. - Santa Teresa

A maior alegria que podemos dar a Maria Santíssima é a de levar Jesus Eucarístico no nosso peito. - Santo Hilário

A busca de Deus é a busca da alegria. O encontro com Deus é a própria alegria. - Santo Agostinho

Natal sem Jesus não tem alegria, vira tristeza, torna-se nostalgia. - Ave Maria

Faz parte do Natal tudo aquilo que de um jeito ou de outro, manisfesta a nossa alegria pelo nascimento de Jesus. - Ave Maria

Com alegria, bebamos sobriamente da sóbria embriaguez do Espírito Santo - Santo Ambrósio

O Deus que eu conheço é o Deus da Alegria. - São Francisco de Sales

A alegria abre, a tristeza fecha o coração. - São Francisco de Sales

O pecado é o motivo de tua tristeza. Deixa que a santidade seja o motivo de tua alegria. - Santo Agostinho

É preferível a tristeza de quem suporta a iniquidade do que a alegria de quem a comete. - Santo Agostinho

(Ser Santo é a verdadeira alegria; )
quinta-feira, 8 de abril de 2010
Exame de Consciência - A confisão , como se confesar

Exame de Consciência - A confisão , como se confesar


1. Cumprir com cada uma das partes da Confissão:

a) Exame de Consciência

b) Dor de coração
c) Propósito de emenda
d) Confissão de boca
e) Satisfação de obra

2. Ter presente a forma de se confessar:

a) Rito inicial:

Sacerdote: Ave Maria Puríssima
Penitente: Sem pecado concebida. Abençõe-me padre porque pequei
Há … fiz minha última confissão. Meus pecados são os seguintes…

b) Corpo do sacramento

- O penitente confessa seus próprios pecados;
- Escuta depois a palavra do sacerdote;
- Aceita a obra de penitência que lhe é proposta para satisfação de seus pecados e para emenda de sua vida;
- Manifesta seu arrependimento recitando o ATO DE CONTRIÇÃO
com a seguinte fórmula:

Senhor Jesus, Cordeiro de Deus
que tiras o pecado do mundo,
reconcilia-me com o Pai pela graça do Espírito Santo;
purifica-me de todos meus pecados
e faz de mim um homem novo. Amém.

- finalmente o sacerdote dá a absolvição ao penitente.

c) Despedida:

Sacerdote: O Senhor perdoou teus pecados. Ide em paz.
PERGUTAS DE AJUDA
RUPTURA COM DEUS:

Amo de verdade a Deus com todo meu coração ou vivo apegado às coisas materiais?

Me preocupei em renovar minha fé cristã através da oração, a participação ativa e atenta na missa dominical, e a leitura da Palavra de Deus, etc.? Guardo os domingos e dias de festa da Igreja? Cumpri com o preceito anual da confissão e da comunhão pascal?

Tenho uma relação de confiança e amizade com Deus, ou cumpro somente os ritos externos?

Professei sempre, com vigor e sem temores minha fé em Deus? Manifestei minha condição de cristão na vida pública e privada?

Ofereço ao Senhor meus trabalhos e alegrias? Recorro a Ele constantemente, ou só o busco quando necessito?

Tenho reverência e amor ao nome de Deus ou o ofendo com blasfêmias, falsos juramentos ou usando seu nome em vão?

RUPTURA COMIGO MESMO:

Sou soberbo e vaidoso? Me considero superior aos demais?

Busco aparentar algo que não sou para ser valorizado pelos outros? Aceito a a mim mesmo, ou vivo na mentira e no engano? Sou escravo de meus complexos?

Que uso tenho feito do tempo e dos talentos que Deus me deu?

Me esforço para superar os vícios e más inclinações como a preguiça, a avareza, a gula, a bebida, a droga?

Caí na luxúria com palavra e pensamentos impuros, com desejos ou ações impuras?

Fiz leituras ou assisti a espetáculos que reduzem a sexualidade a um mero objeto de prazer?

Caí na masturbação ou na fornicação? Cometi adultério? Recorri a métodos artificiais para o controle da natalidade?

RUPTURA COM OS IRMÃOS E COM A CRIAÇÃO:

Amo de coração a meu próximo como a mim mesmo e como o Senhor Jesus me pede que ame?

Em minha família colaboro para criar um clima de reconciliação com paciência e espírito de serviço? Os filhos tem sido obedientes a seus pais, rendendo-lhes respeito e ajuda em todo momento? Os pais se preocupam em educar de maneira cristã a seus filhos e de alentá-los em seu compromisso de vida com o Senhor Jesus?

Abusei de meus irmãos mais fracos, usando-os para meus fins?

Insultei a meu próximo? O escandalizei gravemente com palavras e ações? Se me ofenderam, sei perdoar,ou guardo rancor e desejo de vingança?

Compartilho meus bens e meu tempo com os mais pobres, ou sou egoísta e indiferente à dor dos demais? Participo das obras de evangelização e promoção humana da Igreja?

Me preocupei pelo bem e a prosperidade da comunidade humana em que vivo ou passo a vida me preocupando somente comigo mesmo?

Cumpri com meus deveres cívicos? Paguei meus tributos? Sou invejoso? Sou fofoqueiro e charlatão? Difamei ou caluniei a alguém? Violei algum segredo? Fiz juízos temerários sobre os outros?

Sou mentiroso?

Causei algum dano físico ou moral a outros? Fiz inimizades com ódio, ofensas ou brigas com meu próximo? Fui violento?

Procurei ou induzi ao aborto?

Fui honesto em meu trabalho? Usei retamente a criação ou abusei dela para fins egoístas? Pratiquei roubo? Fui justo em relação a meus subordinados tratando-os como eu gostaria de ser tratado por eles? Participei em venda ou consumo de drogas? Pratiquei fraude?

Recebi dinheiro ilícito?

por: Catequese Católica
Ultimas Notícias
Loading...
Enviar Mensagem
Aperte Esc para Fechar
Copyright © 2010 - 2017 Comunidade Católica Filhos de Sião Todos os Direitos Reservados